Excelentes Europeus: marcas, emoção, surpresas, revelações

0
497

Excelentes os Europeus de Berlim, com todos os ingredientes: boas marcas, muita emoção, várias surpresas, grandes revelações. Se em relação a 2014 (campeonato em ano olímpico) não surpreende a superioridade das marcas deste Europeu (30 vencedores melhores, 11 piores, um igual; e o mesmo resultado de 30-11 para os terceiros classificados), já em relação a 2014 os dados são mais relevantes: 27-19 (1 igual) favorável a 2018 nas marcas dos vencedores; 27-20 nas marcas dos terceiros. E houve nada menos de 10 recordes dos campeonatos e 16 melhores marcas europeias do ano (4 das quais também mundiais). De resto, não faltou emoção em muitos despiques, algumas surpresas (a começar pelos três nulos no comprimento dos três franceses do decatlo, entre os quais o campeão mundial Kévin Mayer!) e as grandes revelações Armand Duplantis, na vara, e Jakob Ingebrigtsen, primeiro nos 1500 m e, depois (e principalmente!), nos 5000 metros.

PÓDIO MASCULINO

1º Jakob Ingebrigtsen (NOR): Aos 17 anos, foi a grande sensação do Europeu, ao sagrar-se campeão de 1500 e 5000 m, tornando-se o mais jovem campeão europeu de sempre. Derrotou os seus irmãos Henrik (4º nos 1500 m, 2º nos 5000 m) e Filip (12º nos 1500 m), família que, neste caso, suplantou os três irmãos Borlée, campeões de 4×400 m e dois deles no pódio dos 400 m (2º e 3º)…

2º Armand Duplantis (SUE): Outro júnior (18 anos) que fez sensação, ao bater o recorde pessoal (5,93) por três vezes (5,95, 6,00 e 6,05), melhorando os recordes europeus de sub’23 e juniores e tornando-se já o quarto mundial de sempre (2º ao ar livre, apenas superado por Sergey Bubka!). A sua proeza acabou por ofuscar os 6,00 do russo Timur Morgunov, de apenas 21 anos, que progrediu oito centímetros.

3º Ramil Guliyev (TUR): Ganhou os 200 m com 28 centésimos de vantagem e um tempo (19,76) que só não é recorde europeu porque a IAAF teima em considerar as marcas em altitude, como é o caso dos 19,72 de Pietro Mennea na Cidade do México (2000 m), em 1979.

PÓDIO FEMININO

1ª Dina Asher-Smith (GBR): Ganhou três medalhas de ouro e nos 100 e 200 m não só bateu os recordes britânicos como obteve as melhores marcas mundiais do ano (10,85 e 21,89), neste caso com a segunda marca europeia abaixo dos 22 segundos desde 1995, só suplantada pelos 21,63 de Dafne Schippers, a quem derrotou claramente (25 centésimos) neste Europeu.

2ª Anita Wlodarczyk (POL): Ganhou o martelo com mais de quatro metros de vantagem e com novo recorde dos campeonatos (78,94), naquele que foi o seu quarto título e quinta medalha consecutivos.

3ª Sandra Perkovic (CRO): Ficou aquém do que lhe é habitual e só passou para a frente do concurso no quinto ensaio (com 67,62), mas ter conseguido o feito inédito de cinco títulos europeus justificam a chamada ao pódio, mesmo que esta proeza tenha sido ajudada pela passagem do campeonato a bienal…

RECORDES MUNDIAIS JOVENS (2)
Sub’23:
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
Juniores:
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
RECORDES EUROPEUS JOVENS (5)
Sub’23:
400 b. (M) Karsten Warholm NOR 47,64
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
100 m (F) Gina Luckenkemper ALE 10,98
Juniores:
5000 m (M) Jakob Ingebrigsten NOR 13.17,06
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
RECORDES DOS CAMPEONATOS (10)
100 m (M) Jimmy Vicaut FRA 9,97
Zharnel Hughes GBR 9,95
200 m (M) Ramil Guliyev TUR 19,76
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
Maratona (M) Koen Naert BEL 2.09.51
Vara (F) Katerina Stefanidi GRE 4,85
Martelo (F) Anita Wlodarczyk POL 78,94
Dardo (F) Christin Hussong ALE 67,9
20 km M (F) Maria Perez ESP 1.26.36
50 km M (F) Inês Henriques POR 4.09.21
MELHORES MARCAS MUNDIAIS DO ANO (4)
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
100 m (F) Dina Asher-Smith GBR 10,85 =
200 m (F) Dina Asher-Smith GBR 21,89
Heptatlo (F) Nafissatou Thiam BEL 6816
MELHORES MARCAS EUROPEIAS DO ANO (12)
200 m (M) Ramil Guliyev TUR 19,76
400 b. (M) Karsten Warholm NOR 47,64
Vara (M) Armand Duplantis SUE 6,05
4×400 m (M) Bélgica BEL 2.59,47
100 m (F) Dina Asher-Smith GBR 10,85 =
200 m (F) Dina Asher-Smith GBR 21,89
400 m (F) Justyna Ersetic POL 50,41
400 b. (F) Léa Sprunger SUI 54,33
Vara (F) Katerina Stefanidi GRE 4,85 =
Triplo (F) Paraskevi Papachristou GRE 14,60 =
Dardo (F) Christin Hussong ALE 67,9
Heptatlo (F) Nafissatou Thiam BEL 6816
CAMPEÕES EUROPEUS DE 2016 QUE MANTIVERAM OS TÍTULOS (8)
800 m (M) Adam Kszczot POL
3000 ob. (M) Mahiedine Bennabad FRA
200 m (F) Dina Asher-Smith GBR
800 m (F) Nataliya Pryshchepa UCR
3000 ob. (F) Gesa-Felicitas Krause ALE
Vara (F) Katerina Stefanidi GRE
Disco (F) Sandra Perkovic CRO
Martelo (F) Anita Wlodarczyk POL
CAMPEÕES MUNDIAIS DE 2017 QUE FORAM CAMPEÕES EUROPEUS EM 2018 (9)
200 m (M) Ramil Guliyev TUR
400 b. (M) Karsten Warholm NOR
Disco (M) Andrius Gudzius LIT
Altura (F) Mariya Lasitskene RUS
Vara (F) Katerina Stefanidi GRE
Disco (F) Sandra Perkovic CRO
Martelo (F) Anita Wlodarczyk POL
50 km M (F) Inês Henriques POR
Heptatlo (F) Nafissatou Thiam BEL

Deixar Resposta