GAC – Grupo de Atletismo da Caranguejeira/Fazer omeletes com poucos ovos

0
306

O GAC – Grupo de Atletismo da Caranguejeira pertence ao concelho de Leiria e foi fundado em 2009. Diamantino Lopes é o presidente do clube que tem 150 sócios. Apesar de dispor de poucos meios, tem 40 atletas em atividade.

A freguesia de Caranguejeira pertence ao concelho de Leiria. Vila desde 12 de Julho de 2001 e por se situar a 16 km de Fátima, é lugar de passagem de centenas de peregrinos provenientes do norte do país.

É nesta vila que foi fundado em 9 de Setembro de 2009 o GAC – Grupo de Atletismo da Caranguejeira. Não pelo seu padroeiro, São Cristóvão, mas por um grupo de apaixonados pela prática do atletismo.

Diamantino Lopes é o presidente do GAC que tem cerca de 150 sócios que pagam (nem todos) uma quota anual de dez euros.

gac4O clube vai ter finalmente a sua sede no pavilhão da Pedreira nos Soutos, após o acordo estabelecido com a Junta de Freguesia e a Associação dos Soutos. Este acordo permite ao GAC ficar também responsável pela gestão do pavilhão que irá destinar-se predominantemente às camadas mais jovens, de forma a incutir-lhes o gosto pelo atletismo.

A Secção de Atletismo é a única em funcionamento pois o clube entende que a dispersão por várias atividades, iria prejudicar a qualidade. Tem atualmente cerca de 40 atletas.

Diamantino Lopes é além de presidente, o responsável da Secção e também um dos treinadores. Para além dele, o clube tem Mário Soares, ambos no meio fundo e ainda Rui Militão e Bernardo Pereira, estes na pista.

Orçamento de oito mil euros

O orçamento do clube ronda os oito mil euros. Segundo Diamantino Lopes, “não é substancialmente maior graças à preciosa generosidade e carolice de muitos amigos/dirigentes/apoiantes e atletas do clube que ajudam graciosamente em todas as atividades que o clube leva a efeito”.

O GAC conta com o apoio da Junta de Freguesia e da Camara Municipal de Leiria e ainda de várias entidades privadas da freguesia, nomeadamente do patrocinador oficial – Jorcar – Comércio de automóveis, Lda.

gac 6Estes apoios são no entanto claramente insuficientes e dificultam muito o desenvolvimento da modalidade. Para equilibrar as contas, o GAC, promove dois eventos anuais: o Trail do Pinheiro Manso que este ano contará para o Circuito de Trail da ADAL e o Grande Prémio de Atletismo da Caranguejeira de estrada que na sua última edição, foi simultaneamente Campeonato Distrital. São eventos que mobilizam cerca de 1200 participantes.

“Não temos dúvidas que os atletas se têm empenhado ao máximo pelo emblema do clube e têm atingido resultados muito bons”

GAC – GRUPO DE ATLETISMO DA CARANGUEJEIRA

gac logotipoConcelho: Leiria

Ano fundação: 2009

Presidente: Diamantino Lopes

Sócios: 150

Atletas: 40

Técnicos: 4

Orçamento: 8.000 euros

Apoios aos atletas

O clube apoia os atletas com o equipamento (fato de treino e fato de corrida), no transporte às provas e treinos, suporta uma boa parte dos custos com as inscrições em provas e premeia os atletas que mais se destacaram no cumprimento dos objetivos estabelecidos. Os atletas são ainda acompanhados por uma massagista e também usufruem de aconselhamento básico em nutrição e mental couching.

“O atletismo é uma atividade nobre e bem vista pela população em geral”

Hugo Brígido em destaque

GAC1Diamantino Lopes mostra-se muito satisfeito com o comportamento dos seus atletas. “Não temos dúvidas de que os atletas se têm empenhado ao máximo pelo emblema do clube e têm atingido resultados muito bons. Estamos convictos que no futuro nos irão dar mais alegrias”.

O GAC conta com atletas que a nível distrital já alcançaram vários títulos de campeões e marcas pessoais muito agradáveis. De todos eles, merece destaque Hugo Brígido que a nível nacional no salto em comprimento (escalão júnior), foi terceiro e campeão nacional de pista coberta. Agora já Sub23, alcançou um excelente terceiro lugar nacional também na pista coberta.

Difícil a 15 km da pista de Leiria

GAC2Embora a Caranguejeira esteja situada a apenas 15 km de Leiria, esta distância é suficiente para dificultar um maior desenvolvimento da modalidade. Como nos diz Diamantino Lopes “todo o equipamento do atletismo (pistas, centro de lançamentos e apoios vários) está centralizado em Leiria, prejudicando assim os clubes da periferia”.

 

Quando se “esqueceram” da partida da prova

No GAC, também existem estórias curiosas. Eis uma passada antes da partida de uma prova. “Estavam todos os atletas na conversa e a fazer o aquecimento, quando ouvimos o tiro de partida. Estávamos a cerca de 500 metros da partida, o que nos levou a uma corrida desenfreada atrás dos outros atletas, de forma a tentar recuperar esse atraso.”

Atletismo, atividade nobre

A terminar, Diamantino Lopes não quis deixar de referir uma constatação importante. “O clube constata que o atletismo é uma atividade nobre e bem vista pela população em geral, pelo que está a atrair cada vez mais praticantes pelos benefícios que a prática traz à saúde física e mental das pessoas”.

Deixar Resposta