Governo vai “reequacionar” programas olímpicos e paralímpicos para Tóquio e Paris

0
414

O secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, admitiu em entrevista à Antena 1 que os programas de apoio à preparação olímpica e paralímpica para os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para 2021 devido ao coronavírus, vão ser “reequacionados”.

“O governo criou todas as condições. Está a trabalhar com os comités olímpico e paralímpico de Portugal para que nada falte à sua preparação, nas bolsas, na capacidade e condições para treinos”.

João Paulo Rebelo lembrou que estavam previstos para este ano, grandes investimentos, nomeadamente as viagens e estadias no Japão, e que isso vai transitar para 2021, facto que também implica “ajustes” no ciclo olímpico Paris’2024, que vai ter “apenas três anos”.

Deixar Resposta