IAAF poderá não ratificar recorde mundial dos 60 metros de Coleman

0
1701

O recorde mundial dos 60 metros estabelecido na passada sexta-feira pelo norte-americano Christian Coleman, poderá não ser ratificado se a IAAF respeitar as suas próprias regras.

Coleman obteve o novo recorde de 6,37 s num meeting em Clemson (Carolina do Sul), batendo por dois centésimos a anterior marca de Maurice Greene em Madrid, 1998.

A pista de Clemson tem tacos certificados mas não eletrónicos, requisito indispensável da IAAF para homologar qualquer recorde.

Quando Maurice Greene bateu o recorde mundial no Palácio dos Desportos de Madrid, este também não tinha tacos eletrónicos mas naquela época, não era um requisito exigido pela IAAF.

 

 

Deixar Resposta