Inês Henriques no pódio em Rio Maior

0
2369

(Foto arquivo)

Inês Henriques fez jus ao nº 1 que ostentava no dorsal, ao subir ao 3º lugar do pódio da 27ª edição do Grande Prémio de Rio Maior, em marcha, com 1.29.15, o seu terceiro tempo de sempre, a 15 segundos do recorde pessoal e a um só segundo da melhor marca de atletas nacionais na história desta prova. A chinesa Shenjie Qiyang, que se isolou depois do meio da prova, confirmou o seu favoritismo, ao ganhar em 1.28.04, mais 12 segundos que a marca que lhe valeu o triunfo há dois anos. A italiana Antonella Palmisano foi segunda, com 1.28.41.  Bom quarto lugar de Ana Cabecinha, também abaixo da hora e meia (1.29.53). Deixou longe a segunda chinesa, Yingliu Wang (1.31.36), enquanto a brasileira Erica de Sena, outra candidata aos primeiros lugares, desistiu. Entre as restantes portuguesas, destaque para os progressos de Edna Barros, 8ª com 1.35.35, recorde pessoal (já era deste ano) por minuto e meio. Subiu a nona portuguesa de sempre. Mara Ribeiro foi 10ª na prova com 1.37.50.

A prova masculina foi bem mais fraca e teve um vencedor totalmente inesperado, o jovem (22 anos) espanhol Diego Garcia, que gastou 1.21.15, deixando a 45 segundos o seu compatriota Álvaro Martin, o favorito. Fechou o pódio o mexicano José Leyver Ojeda, com 1.22.01, enquanto Andrés Chocho (Equador), que lidera o Challenge da IAAF, foi quarto, com 1.22.24. O melhor português foi Miguel Rodrigues (12º), que igualou o seu recorde pessoal de 1.23.31. Miguel Rodrigues foi 16º, com 1.26.27, a 22 segundos do seu melhor.

O tempo (choveu durante boa parte das provas) não ajudou e a transmissão via-internet foi para esquecer…

 

Deixar Resposta