Irena Szewinska, rainha polaca do sprint morre aos 72 anos

0
1355

Única velocista a alcançar o recorde mundial nas provas dos 100 m, 200 m e 400 m, faleceu na madrugada de sexta-feira depois de longa batalha contra o cancro

A polaca Irena Szewinska participou em cinco Jogos Olímpicos entre 1964 e 1980. A velocista conquistou três medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze e ainda bateu o recorde mundial dez vezes nos 100 m, 200 m e 400 m. Szewinska foi nomeada atleta do século XX do seu país, com 26 títulos em campeonatos nacionais. O marido e ex-treinador, Janusz Szewinski, disse que a esposa morreu pouco antes da meia-noite de sexta-feira, em Varsóvia, depois de uma longa batalha contra o cancro.

– “Estou chocado e entristecido com a perda da nossa querida amiga olímpica Irena Szewinska. Toda a família olímpica está em profundo luto. Irena será lembrada para sempre como uma personalidade excecional como atleta e membro do COI. Com a sua gentileza e modéstia, ela era um verdadeiro modelo, dedicando toda a sua vida ao desporto” – lamentou Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional.

Irena1Depois de se retirar das pistas em 1980, Szewinska permaneceu ligada ao atletismo. Tornou-se membro do Comité Olímpico Internacional (COI), foi vice-presidente do Comité Olímpico Nacional da Polónia e presidente honorária da Associação Polaca de Atletismo. Em 2016, recebeu a Ordem da Águia Branca, a mais alta distinção do país. Recebeu ambém recebeu o título de doutor honoris causa da Academia de Educação Física e Desporto de Gdansk.

Irena Szewinska nasceu em 24 de maio de 1946 na cidade de Leningrado, na antiga União Soviética. Com oito anos de idade mudou-se para Varsóvia, onde conheceu o atletismo. A atleta deixa marido e dois filhos.

Deixar Resposta