Jackie Areson acusa: “Salazar disse-me que estava gorda e que não chegaria a nada”

0
120

Jackie Areson, atleta que fez parte do Projeto Nike Oregon, publicou nas suas redes sociais, uma foto em que Alberto Salazar a havia questionado pelo seu peso no momento de uma competição. “Segundo Alberto, na primeira foto estava gorda e era constantemente questionada se tinha as regras, apesar de estar classificada para a final dos Mundiais de 3.000 m (fui nona)”.

AresonAreson continua o seu relato com uma segunda foto: “Na segunda foto, foi quando fiz o mínimo olímpico em Stanford. Na corrida, fui elogiada por estar magra mas umas horas antes, este homem havia-me dito que estava gorda e que nunca ia chegar a nada no desporto. Havia perdido cinco quilos desde que tinha chegado ao grupo. Estava obcecado por comentar o peso de outras mulheres”.

Areson, que agora compete pela Austrália em vez dos Estados Unidos, disse que Salazar não era o único do Projeto Nike Oregon que a atacou. “Tive sorte de que ele não fosse o meu treinador. Não era só ele, era uma cultura de egos masculinos que se alimentavam entre si para participar neste comportamento. Isto não era notícia. Eu e outros, falámos sobre isto. E só agora as pessoas estão finalmente ouvindo”.

O testemunho de Areson vem na sequência de outro dado por Mary Cain, a atleta prodígio do Projeto Nike Oregon, que afirmou que Salazar a incitou a baixar o peso, recorrendo a diuréticos e pílulas anticoncetivas. “Estava constantemente obcecado para que perdesse peso”.

 

 

Deixar Resposta