Jéssica Barreira perto do seu melhor no triplo

0
358

(Foto de arquivo)

Jéssica Barreira conseguiu 12,89 numa prova de triplo em Tucson, ficando a um só centímetro do seu recorde pessoal, conseguido este inverno, em pista coberta. Há, no entanto, que salvaguardar o facto de não ter havido indicação de ventos, o que acontece muitas vezes nos Estados Unidos… A atleta do Sporting, a estudar na região, foi terceira na prova. Fez ainda 6,21 no comprimento (v:-0,6 m/s) – foi segunda – e 46,13 no dardo – foi oitava.

Entretanto, em Abilene (Texas), Ophélie Oliveira obteve a sua melhor marca da época no disco (foi 4ª com 48,44), ainda aquém dos 49,72 da época passada.

Finalmente, em Swansea, na Grã-Bretanha, o sportinguista Edson Gomes conseguiu 14,16 nos 110 m barreiras (v:+0,6 m/s), mínimo para o Europeu de Sub’23 e recorde pessoal por larga margem (tinha 14,68 em 2018). Subiu a oitavo sub’23 nacional de sempre.

Deixar Resposta