Jovem de 16 anos bate duas vezes recorde pessoal um mês após cirurgia cardíaca

0
234

Aluno do segundo ano do ensino médio na escola Scotch Plains-Fanwood, Terence Downey, de 16 anos, tornou-se uma referência, não só para a sua equipa de corta-mato como para toda a sua comunidade localizada em New Jersey, no leste dos Estados Unidos.

Devido a uma doença cardíaca chamada taquicardia supraventricular – quadro que acarreta batimentos demasiado rápidos – Downey foi impedido de correr. Os seus treinos tornaram-se cada vez mais difíceis devido à sua condição e sintomas como tontura, falta de ar e até desmaios, passaram a ser frequentes no seu dia a dia.

A saída encontrada pelos médicos foi um procedimento chamado ablação do coração, realizado em 22 de Agosto. A cirurgia consistiu na implantação de um cateter para corrigir a arritmia decorrente de uma má formação congénita. Apesar de lhe ter sido recomendado uma semana de repouso, Downey compareceu ao primeiro treino logo à saída do hospital para assistir aos treinos dos seus companheiros da equipa, na preparação para as próximas provas.

Pouco menos de um mês após a cirurgia, Downey participou em duas provas de 5 km. E nas duas, superou o seu recorde pessoal na distância. Com um histórico de marcas acima dos 20 minutos, correu a primeira em 19m30s. Mais impressionante foi o seu desempenho na segunda prova: 18m54s.

Em entrevista para a Runner’s World, o seu treinador Jeff Koegel não poupou elogios ao atleta: “Terence tem sido um modelo para os seus companheiros, não apenas no desporto, mas na vida em geral. Apesar de ser muito novo, os seus colegas podem tê-lo como referência, de alguém que lida com adversidades com pensamento positivo e que se esforça muito para superar possíveis obstáculos”.

Passados dois meses da cirurgia, a sua paixão pelo corta-mato parece ser cada vez maior. Downey mostra-se muito motivado a continuar a bater os seus recordes pessoais. “Agora nos treinos, eu posso esforçar-me o quanto eu quiser. Estou entusiasmado para saber quão longe pode chegar o meu corpo”, comentou.

 

Deixar Resposta