Jovens em foco no Meeting de Lisboa

0
287

Apesar do vento forte, registaram-se alguns resultados de relevo no Meeting de Lisboa realizado este sábado, com saliência para vários jovens.

O foco principal estava, no entanto, no lançamento do peso, com o regresso (após lesão) de Tsanko Arnaudov, que ganhou com 19,53, à frente de Francisco Belo, outro lesionado recente, segundo com 18,95. Fechou o pódio Otoniel Badjana, com 16,29.

Mas o principal relevo foi mesmo para os jovens. Nos 100 metros, com vento quase no limite (+1,9 m/s), José Pedro Lopes voltou a melhorar, agora de 10,44 para 10,39 e subiu a 15º português de sempre. Derrotou Ancuiam Lopes (10,45), Diogo Antunes (10,51) e Delvis Santos, que progrediu para 10,72, subiu a 6º júnior nacional de sempre e ficou a um centésimo do mínimo para o Mundial da categoria. Nos 400 metros, outro júnior, João Coelho, baixou pela primeira vez dos 48 segundos (47,91), notável para quem tem meses de atletismo. Nos 800 metros, José Carlos Pinto voltou a melhorar, agora para 1.49,26, derrotando Emanuel Rolim (1.49,30). E, no setor feminino, Patrícia Silva tirou segundo e meio ao seu recorde pessoal nos 1500 m, com 4.24,04, mínimo para o Mundial de juniores.

Dois outros recordes pessoais merecem referência especial: Rivinilda Mentai de 53,96 para 53,65 nos 400 m, marca que a coloca como oitava de sempre; Tiago Pereira de 16,05 para 16,30 no triplo (v:+1,9), subindo a sexto de sempre, em igualdade com o antigo recordista Luís Azevedo.

Nas restantes provas, Rafael Jorge igualou a melhor marca nacional do ano nos 200 m, com 21,25 (v:+1,3); Hélio Vaz venceu nas barreiras, com 14,54 (v:+1,6); Paulo Conceição (1º) e Victor Korst (2º) passaram 2,11 na altura; Edi Maia ganhou na vara com 5,30 (Diogo Ferreira começou a 5,10 e não passou); e Esmeraldino Trigo foi primeiro no dardo, com 62,23 (Tiago Aperta não participou). No setor feminino, Cátia Azevedo foi vencedora dos 200 m, com 24,32 mas vento a mais (+2,6 m/s); Olímpia Barbosa idem nas barreiras (13,47 com v:+3,3); Marta Onofre passou 4,20 na vara; e Jessica Inchude chegou a 16,36 no peso.

Mariana Machado em foco em Ourense

Entretanto, em Ourense (Espanha), Mariana Machado melhorou para 4.21,77 nos 1500 m, ganhando a prova e conseguindo mínimo para o Mundial de Juniores. Destaque ainda para as vitórias no comprimento de Teresa Carvalho (6,16) e Ivo Tavares (7,42 (vento nulo em ambas).

Em Manchester, Hugo Rocha foi sétimo nos 1500 m, com 3.45,15.

Deixar Resposta