Kipchoge após feito histórico: “sou um homem muito feliz… juntos podemos fazer este mundo melhor”

0
310

Kipchoge não escondeu a sua emoção e felicidade após o histórico feito de correr em Viena a maratona em menos de duas horas.

“Sou um homem muito feliz por haver podido correr em menos de duas horas e por poder inspirar as pessoas. Nenhum ser humano tem limites, todos podem fazê-lo. Espero que mais atletas no mundo corram em menos de duas horas depois de hoje”, declarou o queniano à Organização.

Kipchoge equiparou ainda a sua proeza ao recorde da milha de Roger Bannister em 6 de Maio de 1954, quando se tornou no primeiro atleta em correr a distância em menos de quatro minutos. “Sinto-me bem, foi preciso 65 anos ao ser humano para voltar a fazer história no desporto. Tentei e consegui-o”.

Kipchoge confessou que o nervosismo pelo desafio fê-lo despertar às 4h50m e agradeceu a todos os atletas que o ajudaram. “Entre as 41 ‘lebres’, encontram-se alguns dos melhores atletas do mundo e agradeço-lhes que me tenham dado este apoio para consegui-lo. Fizemo-lo juntos”.

A terminar, o queniano apontou que esta marca abaixo das duas horas significa muito para o Quénia. “Todos podem sair pela porta e correr para fazer um mundo melhor. Todos podemos fazer deste mundo um local agradável para viver… É possível que todos os desportistas ganhem limpo e podemos matar todas as doenças do mundo simplesmente correndo”.”.

Deixar Resposta