Kipchoge nega que sapatos revolucionários da Nike violem o espírito do desporto

0
114

O queniano Eliud Kipchoge admitiu que os novos sapatos revolucionários da Nike lhe poderão dar vantagem na maratona de Londres a disputar-se no próximo domingo mas recusou a ideia de que eles violem o espírito do desporto.

Kipchog vai calçar domingo os Alphafly Next% que parece melhorarem a perfomance entre 5 e 8%.

Para o queniano, os críticos das novas tecnologias das sapatilhas deviam pensar de outra forma: “Vivemos no século 21 e precisamos de aceitar as mudanças. O desenvolvimento anda de mãos dadas com a tecnologia. O sapato é bom. Estamos a dar uma coletiva de imprensa virtualmente, isso não é tecnologia? Devemos aceitar a tecnologia e casar com a tecnologia”.

Um porta-voz da Organização da Maratona de Londres confirmou que estão a ser feitas desde segunda-feira,  as análises aos sapatos de todas as empresas. Referiu ainda que os sapatos de Kipchoge eram compatíveis.

Deixar Resposta