Larrinaga é já o 3º decatlonista nacional de sempre

0
488

O benfiquista Abdel Larrinaga, cubano de nascimento e naturalizado há um ano, foi 6º no meeting de provas combinadas de Arona (Espanha), com 7439 pontos, subindo a terceiro no ranking nacional de sempre, a seguir ao recordista Mário Aníbal (8213 p.) e a Tiago Marto (7624 p.). Melhorou os 7377 pontos que somara no Campeonato de Portugal, em maio. Na jornada deste domingo fez melhor nas barreiras (14,43 em maio, 14,32 agora), vara (3,75-3,90) e nos 1500 m (4.49,52-4.49,17) e piorou no disco (41,07-38,58) e dardo (53,64-53,50).

Manuel Dias (13º na prova) voltou a melhorar, de 6765 pontos em maio para 6925 pontos, marca que o coloca como 9º de sempre. Marcas na 2ª jornada (e as do decatlo anterior): 16,17 (16,19), 35,03 (36,04), 4,20 (4,45), 49,60 (44,78), 4.32,29 (5.11,94).

A prova foi ganha pelo norueguês Martin Roe, com 8037 pontos.

No heptatlo feminino, ganho pela austríaca Verena Preiner com 6172 pontos, Marisa Carvalho regressou às provas combinadas e foi 11ª com 5149 pontos, ainda naturalmente longe dos 5755 pontos de 2017 mas para já a melhor marca nacional do ano. No 2º dia, chegou a 5,65 no comprimento, 28,05 no dardo e 2.24,85 nos 800 m. A júnior Mariana Bento foi 15ª, melhorando o seu recorde pessoal de 4681 para 4877 pontos, marca que a coloca como 9ª júnior de sempre. Fez no 2º dia 4,97 no comprimento, 34,42 no dardo e 2.36,66 nos 800 m.

Deixar Resposta