Lasitskene levanta boicote contra a Federação russa

0
393

Mariya Lasitskene, tricampeã mundial do salto em altura, levantou o boicote às competições organizadas pela Federação Russa de Atletismo (FRA) depois da demissão da sua direção após intervenção do Ministério do Desporto e do Comité Olímpico Russo.

A atleta, que tem sido a voz mais crítica contra a Federação pela sua conivência com o doping, mudou de planos e vai competir este fim de semana no torneio “Inverno russo”, segundo informou a sua representante Olga Nazarova. “Mariya decidiu esta manhã com o seu treinador. As circunstâncias mudaram totalmente com a demissão da direção da Federação”, comentou.

Lasitskene saltou no passado sábado 2,04 m, a melhor marca do ano e não tinha previsto regressar às pistas até ao final do mês. Anteriormente, tinha-se negado a competir em 9 de Fevereiro no estádio do CSKA de Moscovo, em sinal de protesto contra a direção e tinha apelado aos outros atletas a seguirem o seu exemplo, boicotando o meeting.

A direção da Federação apresentou a sua demissão e mostrou-se disposta a colaborar com a World Athletics, de quem depende o restabelecimento do estatuto de neutralidade para os atletas russos.

Na semana passada, o novo Ministro dos Desportos, Oleg Matitsin, tinha retirado a acreditação oficial à Federação por esta não fazer o suficiente para combater o doping no atletismo russo.

A demissão da cúpula federativa foi bem recebida pela Comissão de Atletas russos, que qualificou a decisão de “muito importante” e “única possível” para o regresso do atletismo russo à comunidade desportiva mundial.

 

Deixar Resposta