Lecabela 3ª e Samuel Remédios 4º no Europeu de Combinadas

0
547

Lecabela Quaresma terminou a 1ª jornada do Europeu de Seleções de Provas Combinadas (I Liga), em Monzón (Espanha), na 3ª posição, embora algo distante do seu recente recorde pessoal (3556 contra 3743 pontos), enquanto Samuel Remédios, 4º classificado, soma 3893 pontos, mais 11 pontos que aquando do seu recorde pessoal (7369 p), que data já de 2014.

Lecabela ficou aquém das suas marcas recentes nas quatro provas: 13,80 (v:-0,9) contra 13,56 nas barreiras; 1,78-1,80 na altura; 13,53-14,61 no peso; 25,59 (v:+1,5)-24,98 nos 200 m. Lidera a checa Eliska Klucinová, com 3752 pontos.

Rafaela Vitorino segue na 15ª posição, com 3182 pontos (14,49/+2,3 – 1,78 – 10,21 – 26,24/-0,5), e a júnior Catarina Fernandes na 16ª, com 3171 pontos (14,71/+0,8 – 1,72 – 11,81 – 26,39/+1,8), prometendo um bom recorde pessoal.

Já Samuel Remédios ficou longe das suas marcas do decatlo-recorde nos 100 m, com 11,01 (v:-0,4) contra 10,68; e no comprimento, com 7,16 (v:+0,7) contra 7,29; igualou os 1,92 na altura; e fez muito melhor no peso (13,08 contra 11,80) e nos 400 m (50,75 contra 51,63). Lidera o espanhol Jorge Ureña, com 4162 pontos.

Tiago Boucela é 23º, com 3425 pontos (11,69/-2,0 – 6,35/+1,9 – 10,38 – 2,01 – 51,94), e Pedro Ferreira é 25º com 3392 pontos (11,51/-2,0 – 6,48/-1,3 – 11,35 – 1,81 – 51,90).

Coletivamente, Portugal (soma masculinos+femininos) segue na 6ª posição entre as oito seleções, com 20.619 pontos, a 88 da Finlândia (5ª). A manter esta posição, a seleção nacional continuará na I Liga, estrutura intermédia entre a Superliga e a II Liga. Lidera a Holanda, com 21.777 p, seguida da Espanha, com 21.702.

Juvenis perdem em Espanha

Entretanto, também no país vizinho (Ávila), a Espanha derrotou Portugal por 222-152 num encontro de juvenis (pontuação conjunta masculina+feminina). Portugal ganhou 10 das 39 provas disputadas, com destaque especial para Leandro Ramos, com 67,39 no dardo (700 g), já relativamente perto do recorde nacional de Tiago Aperta (69,84); e para Beatriz Andrade, vencedora (com recordes pessoais) dos 100m, em 12,18 (v:+0,7), e dos 200 m, em 25,37 (v:+0,6).

Ainda em Espanha, no Meeting de Ordizia, Rui Pinto foi 6º nos 1500 m com 3.44,63, seguido de Miguel Moreira em 12º (3.46,74) e de Luís Miguel Borges em 13º (3.48,13).

 

Deixar Resposta