Lecabela e o júnior Manuel Dias ganharam provas combinadas em Espanha

0
2021

Lecabela Quaresma e o júnior Manuel Dias confirmaram os triunfos no heptatlo feminino e decatlo júnior, respetivamente, do meeting de provas combinadas de Arona, depois de liderarem desde a primeira jornada. Tantos eles como o também júnior Edgar Campre (2º no decatlo) estiveram muito bem.

Lecabela Quaresma recuperou nos 800 metros finais a liderança do heptatlo, somando 5901 pontos, mínimo (por um ponto!) para o Europeu de Berlim e a sua segunda melhor marca de sempre, apenas suplantada pelos excelentes 6174 pontos da época passada (só fez melhor no dardo: 37,18 para 40,65). Mas superou os 5886 pontos conseguidos em Florença, em abril passado. Nesta segunda jornada, a atleta da Juventude Vidigalense obteve 5,83 no comprimento, 40,65 no dardo e 2.11,93 nos 800 m. A segunda foi a irlandesa Elisabeth Morland, que somou 5815 pontos e a quem Lecabela derrotou por mais de dez segundos nos 800 m finais.

Excelente presença dos juniores do Benfica, Manuel Dias, vencedor com 7256 pontos, e Edgar Campre, segundo com 6883, no decatlo em Arona (Espanha), recordes pessoais por nada menos de 329 e 407 pontos, respetivamente. Apenas Mário Aníbal, com 7377 pontos em 1991, fez melhor que Manuel Dias, embora haja que levar em linha de conta que até 2002, os juniores utilizavam engenhos e barreiras de seniores. Com os engenhos juniores, o melhor era Pedro Santos, com 6934 pontos em 2007.

Manuel Dias havia conseguido há um ano, neste mesmo meeting, 6927 pontos e fez agora melhor em sete das dez provas (só “falhou” na altura e dardo e igualou nas barreiras). No 2º dia obteve 15,15 nas barreiras/1 m (igual à marca de 2017), 38,78 no disco (36,61 há um ano), 4,55 na vara (4,10), 46,22 no dardo (48,66) e 4.29,48 nos 1500 m (4.31,63).

Edgar Campre, são-tomense, tinha como melhor 6389 pontos há um mês, em Rio Maior, e fez agora melhor em oito das dez provas, só “falhando” no disco e na vara mas conseguindo larga diferença positiva no comprimento, 400 m, dardo e 1500 m. Vejamos: 100 m – 11,18 (antes: 11,20); comprimento – 6,86 (6,28); peso/6kg – 12,90 (12,77); altura – 1,81 (1,78); 400 m – 51,55 (55,47); 110 bar./1m – 15,08 (15,13); disco – 37,71 (40,41); vara – 4,25 (4,30); dardo – 46,26 (37,37); 1500 m – 4.59,89 (5.16,65).

Finalmente, no heptatlo de juvenis, Mariana Bento foi 4ª, com 4886 pontos, melhorando os 4739 pontos que tinha como recorde pessoal (em 2017) e ascendo ao 4º lugar entre as melhores juvenis de sempre nesta prova que está no programa da categoria desde 2007. A atleta do Sporting obteve, na 2ª jornada, 5,42 no comprimento, 36,67 no dardo e 2.26.57 nos 800 m.

Deixar Resposta