Lembrança de Kipchoge para o voluntário que o ajudou durante a Maratona de Berlim

0
1724

Todos os anos, milhares de voluntários colocam-se à disposição da Organização da Maratona de Berlim para ajudar na estrutura da prova. No último domingo, um deles roubou o protagonismo com o seu entusiasmo sempre que contatou com o queniano Eliud Kipchoge, novo recordista mundial. Era o gerente de projetos Claus-Henning Schulke, de 52 anos, que “escoltou” Kipchoge de bicicleta durante parte do trajeto e vibrou ao entregar garrafas de bebida para o queniano.

fã kipchogeApós a prova, muitas imagens e vídeos correram mundo, mostrando o entusiasmo de Schulke ao colocar a bebida nas mãos dos atletas de elite e, sobretudo, de Kipchoge. O atual recordista fez questão de se encontrar com o fã que o ajudou e presenteou o gerente de projetos com o número do dorsal utilizado durante a Maratona de Berlim.

“Foi ótimo ter esse reconhecimento. Fiz esse trabalho durante 20 anos e ninguém se importou. Prestigiar-me foi um gesto muito bonito e caloroso da parte dele”, afirmou, com um largo sorriso no rosto.

No dorsal, Kipchoge escreveu um recado para o alemão: “Mr. Klaus, obrigado por me ajudar hoje. O meu recorde mundial não aconteceria sem você.”

Além de comandar a reconstrução do Berliner Schloss, o Palácio de Berlim, Schulke é triatleta amador e trabalha como voluntário na Maratona de Berlim há 20 anos.

Deixar Resposta