Mamona acima dos 14 m e Tsanko e Belo dos 20 m… mas por pouco

2
488

Três dos principais atletas nacionais estiveram este domingo em competição. Patrícia Mamona foi segunda na prova de triplo do Meeting de Berlim, do Challenge da IAAF, com 14,18 (v:-0,7) no primeiro ensaio, menos quatro centímetros que a marca conseguida há dias em Zurique, na final da Liga de Diamante, quando regressou à competição. A atleta do Sporting fez depois mais dois saltos acima dos 14 metros, a 14,10 e 14,06. Triunfou, com 14,63 (v:-1,8), a jamaicana Shanieka Ricketts, que em Zurique surpreendera, com um triunfo e 14,93.

Por sua vez Francisco Belo, com 20,19, e Tsanko Arnaudov, com 20,17, voltaram a passar os 20 metros no lançamento do peso, embora desta vez por escassa margem, continuando o segundo à procura da marca de qualificação para o Mundial de Doha (20,70). Eles foram 4º e 5º no Meeting de Bellinzona, na Suíça, numa prova dominada pelo norte-americano Ryan Crouser (22,28), seguido do nigeriano Chukwuebuka Enekwechi (21,44m) e do polaco Michal Haratyk (20,69m).

2 Comentários

  1. “continuando o primeiro à procura da marca de qualificação” o primeiro na frase é o Belo que já tem os mínimos com 20,93. Vocês estariam a referir-se ao Tsanko.

Deixar Resposta