Maratona de Toronto com vários recordes

0
1550

Recordes nacionais da Tanzânia e Canadá e recorde do percurso em femininos

Apesar da temperatura bastante baixa e do vento gelado, que prejudicaram muitos corredores amadores e da elite, a Scotiabank Toronto Waterfront, a Maratona de Toronto, no Canadá, registou vários recordes nacionais e do percurso em feminino.

No masculino, houve equilíbrio até a passagem da meia-maratona, em 1.03.18. Os quenianos Felix Kandie, John Korir e Benson Kipruto, além de Jake Robertson, da Nova Zelândia, e de Augustino Sulle, da Tanzânia, formaram o pelotão da frente.

Ao km 35, Robertson e Kandie perderam o contato. A partir desse momento, Kipruto acelerou, vencendo em 2.07.24. Sulle foi segundo com novo recorde nacional da Tanzânia em 2.07.46. Em terceiro lugar, ficou Kandie 2.08.30.

Foi ainda batido o recorde nacional de 2.10.09 do Canadá que durava há 43 anos. Cam Levins foi o quarto classificado com 2.09.25, recebendo um prémio extra de 43 mil dólares (mil por cada ano do recorde).

Em femininos, Mimi Belete, do Bahrein, venceu em 2.22.29, novo recorde do percurso. A luta pelo triunfo foi intensa com a etíope Marta Megra, a escassos seis segundos e a queniana Ruth Chebotek a um minuto. A australiana Jess Trengove foi quarta com 2.25.59. Todas estas quatro atletas bateram os seus recordes pessoais em Toronto.

Deixar Resposta