Maratona de Valência: curiosidades da 6ª maratona mais rápida do mundo

0
470

A 39ª Maratona de Valência disputada no passado domingo teve um elevado nível, respondendo assim às altas expetativas criadas pela Organização. Para além da marca do vencedor, Atanaw Alayew (2.03.51) que coloca a prova no top 6 das mais rápidas do mundo, registaram-se uma série de curiosidades. Eis algumas delas:

1 – Recorde de classificados

Dos 25.000 inscritos, 23.670 participantes levantaram o seu dorsal. Terminaram 21.654, suplantando o anterior recorde de 19.264 registados em 2018.

2 – 101 países presentes

Itália (2.027) e França (1.839) foram os países com mais atletas na meta. Portugal teve 336 classificados.

3 – Estreia aos 69 anos

Paco Calvo, de 69 anos, estreou-se na distância da maratona e conseguiu terminar a prova.

4 – O mais velho

O corredor mais velho tinha 78 anos. O mais jovem, 18.

5 – Totalista aos 73 anos

Domingo Mengual, de 73 anos, não falhou uma das 39 maratonas de Valência.

6 – Mais de 5.000 estrearam-se na distância

Foram 5.084, aqueles que escolheram Valência para se estrearem na distância da maratona.

7 – Custo de 5,6 milhões de euros

O custo dos atletas de elite cifrou-se em 2,3 milhões de euros. A este valor, somou-se os 3,2 milhões gastos na corrida.

8 – Seis irmãos na meta

Os seis irmãos Hernández-Biosca correram juntos até à meta. Bateram assim o anterior recorde dos cinco irmãos Egea.

9 – 94% de ocupação hoteleira

O setor hoteleiro contabilizou 164 mil pernoitas graças ao evento, uma percentagem de 94% do seu limite.

10 – Atleta mais alto

O holandês Ron não passou despercebido durante o percurso com os seus 2,07 m de altura.

11 – Pontos de animação

A prova teve mais de 230 pontos de animação repartidos por toda a cidade e promovidos por entidades locais e patrocinadores, entre outros.

12 – Embalagens recicladas

Em colaboração com a Coca Cola, recolheram-se as embalagens de plástico, que serão tratadas para serem reutilizadas em 2020.

13 – Sem sapatos de corrida

Foram vários os corredores que fizeram a distância sem sapatos, simplesmente com umas sandálias especiais.

14 – Contra o aquecimento global

Um corredor francês finalizou a maratona vestido de cacto, em protesto contra o aquecimento global. Acabou seco.

15 – Lugar olímpico em Tóquio

O espanhol Camilo Santiago garantiu uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Há oito anos, jogava futebol nos distritais e participou então numa meia maratona. Agora, foi o primeiro dos atletas espanhóis.

16 – Presença de atletas olímpicos retirados

Correram em Valência entre outros, Fermin Cacho, Ruth Beitia e Carlota Castrejana.

17 – Mantas recicláveis

Este ano, a Organização substituiu as habituais mantas térmicas, sem possibilidade alguma de reciclagem, por mantas recicláveis.

18 – 40 mil euros de prémio

40 mil euros foi o prémio recebido por Joshua Cheptegei por haver batido o recorde mundial dos 10 km estrada.

19 – Mais de 60 médicos

Mais de 60 médicos deram apoio aos atletas, dos quais, 20 durante o percurso. Houve ainda mais de 200 fisioterapeutas e dois hospitais de campanha.

20 – 2.100 voluntários

Colaboraram 2.100 voluntários. Dá uma média de 50 por quilómetro.

Deixar Resposta