Maratona do Porto pode injetar “entre 8 a 10 milhões de euros” na região

0
2535

A 13ª Maratona do Porto a disputar-se no próximo dia 6 Novembro, foi apresentada na Câmara Municipal do Porto e segundo o seu diretor, Jorge Teixeira, vai injetar “entre oito a dez milhões de euros” na economia local.

“É muito dinheiro. Estamos a falar de hotelaria, restauração, transportes, prendas, viagens e em tanta coisa que nenhum de nós consegue imaginar””.

Jorge Teixeira adiantou também que “esta maratona custa mais de 600 mil euros” e prometeu algumas surpresas, sendo que uma delas está guardada para o túnel rodoviário da Ribeira portuense, um dos pontos de passagem dos atletas.

A 13.ª Maratona do Porto começará junto à frente marítima do Parque da Cidade e terminará perto dali, no Queimódromo, passando entretanto por Matosinhos e depois por Vila Nova de Gaia.

Segundo Jorge Teixeira, a prova tem sete mil inscritos de 56 países. Dos portugueses, merecem destaque Catarina Ribeiro, Filomena Costa, Alberto Paulo e José Moreira. Todos eles esperam obter aí os mínimos para os Mundiais de Atletismo no próximo ano em Londres.

O diretor da 13ª Maratona do Porto prevê reunir “entre 14 e 15 mil participantes“, sete mil dos quais só na maratona, a prova-rainha deste evento, que inclui ainda uma corrida familiar de 15 quilómetros e uma caminhada de seis quilómetros.

“Neste momento temos à volta de cem atletas ‘top’ inscritos”, informou ainda Jorge Teixeira. No setor masculino, há atletas do Quénia, Etiópia e Eritreia e um japonês. Nas mulheres há duas quenianas e duas etíopes, todas com tempos piores do que o recorde pessoal de Filomena Costa, 2h28m00s.

Deixar Resposta