Maratona do Porto: Triunfos dos etíopes Deso Gelmisa e Bekele Gada

0
139

Ao contrário do que divulgámos ontem, a Maratona do Porto teve honras de transmissão televisiva na TVI24. Embora alheios ao facto, apresentamos aos leitores o nosso pedido de desculpa. Consultámos a programação dos vários canais de televisão e nenhum deles tinha previsto a transmissão da prova.

Com a madrinha Fernanda Ribeiro a dar o tiro de partida, a 16ª edição desta maratona teve 43% de estrangeiros inscritos, oriundos de 75 países. É o turismo desportivo a funcionar na sua plenitude, numa importante fonte de receitas para a hotelaria e restauração local.

Os vencedores foram etíopes mas sem recordes do percurso que esteve próximo em masculinos. Depois da “lebre” ter cumprido o seu trabalho, ficaram na frente dois atletas, o etíope Deso Gelmisa e o queniano Victor Kiplimo que se mantiveram isolados até à 1h57m, momento em que Gelmisa atacou sem resposta. Foi depois uma caminhada solitária até à meta, cortada em 2h09m08s, a escassos três segundos do recorde fixado o ano passado. Kiplimo chegou com 2h10m56s com outro etíope a completar o pódio, Debele Belda em 2h14m22s.

portoEntre os portugueses, Carlos Costa (CD S. Salvador do Campo) foi o melhor ao cortar a meta em 7º lugar com 2h21m56s.

Em femininos, o pódio foi todo etíope. Venceu Bekele Gada em 2h33m38s, seguida de Mestawot Tadesse com 2h39m14s e Genet Getaneh com 2h40m59s. Rosa Madureira foi a melhor portuguesa ao ser quinta com 2h49m53s.

Quebra de participantes

A maratona registou 3.895 corredores com o último, Pedro Ferreira, a demorar 6h29m14s. Foi uma quebra significativa de participantes depois dos 4.655 do ano passado.

Carlos Costa

“A partir da meia maratona, tive de mudar de planos. Foi gerir o meu esforço, lutar contra o vento. Ficar sozinho a partir dos 17 km ainda complicou mais. Andei à procura de ser o melhor português desde há três anos, ainda apanhei três quenianos”.

Paulo Paula e Susana Costa venceram Family Race

Na Family Race com a distância de 15 km, o brasileiro Paulo Paula (Run Tejo) que acompanhou o grupo dianteiro da maratona até à separação das duas provas, venceu destacado em 44m58s, seguido do bracarense David Silva e do sportinguista José Moreira. Em femininos, venceu Susana Godinho (GD Estreito), seguida da sportinguista Solange Jesus e da bracarense Vanessa Carvalho.

Nesta prova, tivemos 2.277 classificados, longe dos 2.769 do ano passado. Não faltou ainda a Fun Race com 6 km, com boa participação.

RESULTADOS XVI MARATONA DO PORTO (03/11)

Masculinos

1º Deso Gelmisa (Etiópia) 2.09.08; 2º Viktor Kiplimo (Quénia) 2.10.56; 3º Debele Belda (Etiópia) 2.14.22; 4º Justus Kiprotich (Quénia) 2.16.15; 5º Geoffrey Rotich (Quénia) 2.19.59; 6º Vincent Tonui (Quénia) 2.20.32; 7º Carlos Costa (CD S. Salvador Campo) 2.21.56; 8º Eric Kering (Quénia) 2.22.45; 9º Hermano Ferreira (Esc. Atletismo Coimbra) 2.26.58; 10º Hélder Lopes (Dci/Trilhos Luso Bussaco) 2.28.37

Femininos

1ª Bekele Gada (Etiópia) 2.33.38; 2ª Mestawot Tadesse (Etiópia) 2.39.14; 3ª Genet Getaneh (Etiópia) 2.40.59; 4ª Tizita Terecha (Etiópia) 2.44.38; 5ª Rosa Madureira (AD Marco 09) 2.49.53; 6ª Luísa Oliveira (Paredes Aventura) 2.52.28; 7ª Karolina Wasniewska (Blasiu Team!) 2.58.35; 8ª Mónica Ferreira (Indiv.) 3.03.51; 9ª Alexandra Oliveira (RD Águeda) 3.05.44; 10ª Susana Vilela (ACD S. João da Serra) 3.06.18

FAMILY RACE

Masculinos

1º Paulo Paula (Run Tejo) 45.47; 2º Davide Silva (SC Braga) 46.34; 3º José Moreira (Sporting CP) 47.42; 4º Hugo Santos (ACD S. João da Serra) 48.13; 5º Simon Waliwender (Bélgica) 49.38

Femininos

1ª Susana Godinho (GD Estreito) 52.43; 2ª Solange Jesus (Sporting CP) 53.20; 3ª Vanessa Carvalho (SC Braga) 53.32; 4ª Diana Almeida (SC Braga) 56.59; 5ª Justyna Wojcik (ACD S. João da Serra) 59.18

Deixar Resposta