Maratona dos Vulcões mostra beleza das ilhas dos Açores

0
2628

As ilhas do Pico, São Jorge e Faial foram o local da segunda edição do Azores Triangle Adventure, este fim-de-semana.

Mais de meia centena de atletas aventureiras percorreram três etapas, viajando entre as ilhas nas manhãs das etapas.

Na frente da prova de 98 quilómetros percorridos entre sexta-feira e domingo ficou o francês Baronian Thibaut que fez uma média de 3 horas por dia. O dia mais longo foi o primeiro devido ao local da chegada, o ponto mais alto de Portugal, a ilha do Pico.

“Passámos por trilhos fantásticos, paisagens belíssimas, mas não chegou para conhecer as ilhas, que parecem muito selvagens e, claro, gostava de voltar, porque não”, disse à agência Lusa o atleta.

Esta é uma prova de logística complicada, cujas despesas de participação rondam os 500€ e que varia muito devido a condicionantes como o transporte diário entre ilhas e as condições climatéricas.

Para assegurar a segurança e conforto desta prova o número de participantes não pode exceder a centena, conta Mário Leal, o responsável da Azores Trail Run

“É uma satisfação organizar uma prova destas, mas é um desafio constante, porque temos de enfrentar inúmeras variáveis, como o estado do mar para as deslocações entre ilhas e do clima para os percursos” afirma o organizador.

Para os atletas ficou a experiência de conhecer locais das ilhas praticamente selvagens, correr em paisagens de cortar a respiração e ver baleias, algo que para muitos foi uma primeira vez.

Deixar Resposta