Marcos Caldeira/Uma vida a saltar comprimento e triplo

0
1782

Marcos Caldeira nasceu em Oeiras, em 27 de Fevereiro de 1988. Iniciou-se no atletismo no CJ Salesiano de Manique (2001 a 2005). Esteve depois no SL Benfica (2006 a 2016) e em 2017, passou a representar o Sporting CP.

No início da sua carreira, destacou-se principalmente no salto em comprimento. Como juvenil, foi recordista nacional e duas vezes campeão nacional, a última das quais acumulando com o título do triplo salto. Conseguiu também algumas vitórias no “Atleta Completo” e no “Olímpico Jovem”, uma das quais no salto em altura, outra especialidade onde obteve bons resultados. Foi ainda como iniciado, recordista nacional no Hexatlo.

Depois em 2006 e 2007, como atleta do Benfica, foi campeão nacional júnior no salto em comprimento e no triplo salto.

No escalão de Sub23, somou 14 títulos de campeão nacional nas suas duas especialidades de eleição, contando com as provas de pista coberta e ao ar livre.

Foi campeão de Portugal em 2008 e 2012 no triplo salto. Na pista coberta, conseguiu cinco títulos nacionais entre 2009 e 2014, falhando apenas em 2011.

Em 2005, venceu o Festival Olímpico da Juventude Europeia, num ano em que também venceu competições escolares internacionais (Camp. Mundo, FISEC).

Foi terceiro no Campeonato Europeu de Juniores de 2007 com um salto de 7,58 m.

Em 2009, esteve presente no Campeonato da Europa de Sub23, onde foi 12º classificado no triplo salto e 14º no comprimento. Nesse ano, também participou nos Jogos da Lusofonia disputados em Lisboa. Foi segundo no comprimento com 7,83 m e terceiro no triplo salto com 16,41m.

Em 2010, representou Portugal no Campeonato da Europa de Seleções e nos Jogos Ibero Americanos.

Também participou no Europeu de 2012, onde foi 23º classificado nas qualificações para a Final do Triplo Salto.

Desde 2007, esteve nove vezes no pódio do triplo do Campeonato de Portugal e outras nove no do Campeonato de Portugal de pista coberta

Foi 14 vezes campeão nacional Sub’23 (comprimento e triplo, ar livre e pista coberta)

Fora dos saltos, tem como recordes pessoais: 100 m – 10,83 (2010); 400 m – 53,8 (2004); 110 bar. (91 cm) – 15,01 (2005); peso (5 kg) – 13,32 (2005); octatlo – 5508 (2005)

PARABÉNS MARCOS CALDEIRA!

 

Deixar Resposta