Mariana Machado faz “tri” e Paulo Barbosa foi surpreendente campeão no Nacional de crosse curto, ganho coletivamente por Benfica e RD Águeda

0
790

(Foto de arquivo)

Grande surpresa na corrida masculina do Nacional de Corta-Mato Curto, realizado na Figueira da Foz: Paulo Barbosa, do Maia AC, sagrou-se campeão, derrotando ao sprint o seu colega de equipa Nuno Costa, os quais remeteram para o terceiro lugar o benfiquista Samuel Barata, o favorito desde que se soube que Rui Pinto, campeão em 2019, estaria ausente. Já na corrida feminina, Mariana Machado confirmou o favoritismo e ganhou sem grande dificuldade pelo terceiro ano consecutivo (ainda era júnior quando ganhou pela 1ª vez), com a curiosidade de o pódio deste ano, completado por Emília Pisoeiro e Susana Cunha, ambas do RD Águeda, ter sido igual ao de 2019.

Muito disputada a corrida masculina, resolvida na parte final, com Paulo Barbosa (12m 56s) a deixar Nuno Costa a um segundo e Samuel Barata a quatro. O novo campeão fora quarto há um ano e 8º há dois. No crosse longo, o melhor que conseguiu foi um 10º lugar em 2019 (foi 9º júnior em 2013). Já Nuno Costa foi um prometedor júnior (campeão nacional de corta-mato em 2004 e 2005) que não confirmou as esperanças como sénior, embora ainda tenha sido terceiro em 2011 (4º em 2019 e 5º em 2017). O Maia AC teve os 1º, 2º e 7º lugares, mas o seu quarto elemento foi apenas 39º e a equipa caiu para o terceiro lugar coletivo, atrás do Benfica (quatro atletas nos oito primeiros, dois dos quais sub’23) e do SC Braga (fechou no 16º lugar e Luís Saraiva, vice-campeão há um ano, foi apenas 23º). O Sporting apresentou apenas sub’23 e juniores e foi quarto classificado.

Na corrida feminina, Mariana Machado confirmou o seu favoritismo, ganhando com folgados nove segundos de vantagem sobre Emília Pisoeiro e 12 sobre Susana Cunha. Manuela Martins, outra sub’23, foi quarta. Fechando a equipa (quatro atletas) com a 14ª classificada, o RD Águeda repetiu o triunfo do ano passado, com 26 pontos, seguido do SC Braga (37) e do Grecas (81). O Sporting apresentou apenas uma atleta sub’23 (33ª).

As classificações, apenas publicadas várias horas depois de terminadas as provas, podem ser encontradas no site da FPA.

Eis as principais:

MASCULINOS:
1. Paulo Barbosa (Maia AC)                   12.56
2. Nuno Costa (Maia AC)                      12.57
3. Samuel Barata (SL Benfica)               13.00
4. Hugo Almeida (SC Braga)                 13.04
5. Duarte Gomes (SL Benfica) s23        13.08 (1º s’23)
6. Alexandre Figueiredo (SL Benfica)   13.11 (2º s’23)
7. Luís Mendes (Maia AC)                     13.11
8. Samuel Freire (SL Benfica)                13.12

  1. João Almeida (RD Águeda) 13.12
  2. Cristiano Borges (Sporting CP) 13.15 (3º s’23)

…..

  1. Bruno Paixão (Beja AC) 13.38 (1º M35)
  2. Fábio Simões (RD Águeda) 14.03 (1º jun)
    Por equipas:
    1. SL Benfica, 22
    2. SC Braga                                            45
    3. Maia AC                                             49

FEMININOS:
1. Mariana Machado (SC Braga)            14,38 (1ª s’23)
2. Emília Pisoeiro (RD Águeda)             14.47
3. Susana Cunha (RD Águeda)              14.50
4. Manuela Martins (Maratona CP)        14.55 (2ª s’23)
5. Joana Ferreira (J. Vidigalense)            15.02
6. Lia Lemos (Maia AC)                         15.09 (1ª jún)
7. Carla Martinho (RD Águeda)             15.12 (1ª F40)
8. Carla Mendes (SC Braga)                   15.14

  1. Sara Pinho (S. Salv. Campo) 15.18 (1ª F35)
  2. Clarisse Cruz (grecas) 15.22 (2ª F40)
    Por equipas:
    1. RD Águeda 26
    2. SC Braga                                            37
    3. Grecas                                                 81

Deixar Resposta