Mário Cassaca e Patrícia Serafim dominam Ultra Maratona Atlântica Melides-Troia

0
2599

(Foto de arquivo da Organização)

Numa semana onde o calor foi dominante, o domingo apresentou-se propício a quem participou nesta prova única no país na extensão de 43 km a ligar Melides a Troia, sempre pela areia. S. Pedro chegou a abençoar os participantes com chuva.

Mário Cassaca (CA Odimarq) que havia sido segundo o ano passado, impôs-se agora em 3h10m09s, superando quatro atletas do Beja AC. João Cruz foi segundo a 8m44s e José Silva, terceiro a 14m38s.

Penta para Patrícia Serafim

Se o Benfica vai tentar este ano o penta no futebol, Patrícia Serafim (Beja AC) já o alcançou nesta prova ao ser a quinta da geral com 3h32m55s. Liliana Veríssimo (Indiv.) foi segunda a 19m56s com Amélia Costa (CC Rec. Alto do Moinho) na terceira posição a distantes 41m54s.

Curiosamente, as quatro primeiras de agora foram as mesmas do ano passado (Isabel Moleiro foi a quarta). Henriqueta Solipa foi a última com 8h43m31s.

Foram distribuídos 1.750 euros em prémios monetários com os vencedores a receberem cada um, 500 euros.

Pedro Arsénio e Sofia Argentina vencem Corrida Atlântica

A 4ª edição que ligou Comporta a Troia na distância de 15 km teve em Pedro Arsénio (Beja AC) e Sofia Argentina (SS CGD) os seus vencedores. Ele em 52m25s e ela em 1h08m09s.

Quebra de participantes

A prova principal teve 160 classificados, longe dos 194 do ano passado e do número recorde de 395 em 2013. A existência de dezenas de trails com ultra distâncias poderá ser uma das razões para esta quebra de participantes.

Também na prova de 15 km, se verificou agora uma quebra. Terminaram 181, menos 50 que no ano passado.

A nível organizativo, houve pela primeira vez um segundo posto de abastecimento, para além do que já existia na Praia da Comporta ao km 28,5. Foi na Praia do Pinheiro da Cruz, ao km 14,5. Parece-nos uma medida acertada, evitando assim eventuais problemas de desidratação.

A outra novidade prendeu-se com a introdução do Troféu Analice Silva, numa homenagem do município de Grândola à atleta recentemente falecida e que era totalista da Ultra Maratona Atlântica. Analice foi a atleta que correu mais vezes pelo areal a distância que separa Troia de Melides. Participou em 4 das 5 edições do Raid Pedestre e nas 12 edições na Ultra Maratona Atlântica Melides – Troia.
RESULTADOS 13º ULTRA MARATONA ATLÂNTICA/TRÓIA (25/06)

Masculinos

1º Mário Cassaca (CA Odimarq) 3.10.09; 2º João Cruz (Beja AC) 3.18.53, 3º José Silva (Beja AC) 3.24.47; 4º António Custódio (Beja AC) 3.28.08; 5º Hugo Batista (Esc. Sec. Monte da Caparica) 3.38.38; 6º Jaime Lamego (Multirunners) 3.45.23; 7º Carlos Lourenço (Esc. Sec. Monte da Caparica) 3.50.48; 8º Mário Sá (Indiv.) 3.52.12; 9º Sérgio Tomás (CA da Barreira) 3.52.32; 10º Mário Videira (Indiv.) 3.54.05

Femininos

1ª Patrícia Serafim (Beja AC) 3.32.55; 2ª Liliana Veríssimo (Indiv.) 3.52.51; 3ª Amélia Costa (CC Rec. Alto do Moinho) 4.14.49; 4ª Isabel Moleiro (SS CGD) 4.29.54; 5ª Emília Silveira (Monsanto Running Team) 4.42.15

IV CORRIDA ATLÂNTICA

Masculinos

1º Pedro Arsénio (Beja AC) 52.25; 2º Carlos Papacinza (Beja AC) 52.28; 3º Jorge Robalo (CA Vale Figueira) 53.37

Femininos

1ª Sofia Argentina (SS CGD) 1.08.09; 2ª Célia Cecílio (Indiv.) 1.08.55; 3ªIciar Nevado (Indiv.) 1.13.32

 

 

 

 

Deixar Resposta