Morreu Ed Whitlock, primeiro homem a baixar das 3h aos 70 anos e das 4h aos 85

0
3638

Ed Whitlock, o homem que obrigou o mundo do atletismo a rever muitos dos conceitos básicos da maratona e da resistência física associada à idade, faleceu aos 86 anos de idade em Toronto, onde residia.

Em 2003, aos 72 anos de idade, foi o primeiro homem a correr uma maratona em menos de três horas, em 2h59m10s. No ano seguinte, melhorou o seu tempo no escalão para 2h54m48s. Aos 83 anos, ainda correu a distancia em 3h04m53s. Foi o primeiro a baixar  as melhores marcas nos escalões etários dos 75, 80 e 85 anos, tanto na maratona, como na meia maratona e em cinco mil metros. No passado mês de Outubro, ainda correu a maratona de Toronto em 3h56m33s. Foi assim o primeiro homem a baixar das quatro horas aos 85 anos.

Na meia maratona, fez 1h50m47s aos 85 anos e até aos 78 anos, não gastou mais de 1h30m. Foi também meio fundista, tendo batido o recorde do mundo dos 1.500 metros para maiores de 80 anos com 5m48,98 em 2011.

Para alcançar estas marcas, nunca fez um treino sofisticado. Simplesmente, corria como ele dizia a um passo vivo. Treinava sempre no mesmo local, à volta do cemitério de Milton, seu local de residência, próximo de Toronto. Correu todos os dias até que ao dia que completou 65 anos. Primeiro, três horas e depois baixou até às duas horas e meia. Mais de 7.000 km por ano. A sua capacidade aeróbica era própria de uma pessoa de 30 anos.

Whitlock foi um modesto atleta na sua juventude. Dedicou-se à maratona quando se reformou, animado pelos seus filhos.

 

Deixar Resposta