Mulheres valem mais que os homens nas transferências

0
2831

Nas mulheres, Ana Cabecinha é a mais valiosa. Nos homens, o mais valioso é Tsanko Arnaudov

Iniciou-se ontem o prazo das transferências que se prolonga até ao próximo dia 31. A Federação divulgou o valor dos melhores atletas que abrange vários aspetos como os anos de formação e de filiação, a categoria internacional, as medalhas obtidas nas grandes competições internacionais.

Analisando a lista dos atletas, podemos concluir que elas valem mais que eles. Ainda assim, são valores irrisórios se os compararmos com os valores praticados noutras modalidades. 

Valor acumulado dos atletas acima dos 5.000 euros
Masculinos  
Tsanko Arnaudov 6.750
João Vieira 5.625
Diogo Ferreira 5.250
Femininos  
Ana Cabecinha 11.250
Patrícia Mamona 10.125
Dulce Félix 7.875
Inês Henriques 7.875
Susana Costa 7.875
Irina Rodrigues 6.750
Sara Moreira 6.750
Filomena Costa 5.625
Marta Freitas 5.250

Estes são os valores no limite a pagar, caso o praticante se transfira para um clube não isento pelo Artigo 37.2 e que seja abrangido pelo Artigo 37.3 do Regulamento de Filiação de Agentes desportivos.

Como podemos ver, Tsanko Arnaudov, o primeiro homem, fica atrás das cinco primeiras mulheres. Ana Cabecinha é a mais valiosa, podendo valer 11.250 euros.

Clubes isentos pelo Artigo 37.2

Clube de Futebol Oliveira do Douro

Clube Oriental de Pechão

Grupo Desportivo do Estreito

Juventude Ilha Verde

Juventude Vidigalense

Maia Atlético Clube  Porto

Sporting Clube de Braga

Sporting Clube de Portugal

Sport Lisboa e Benfica  Lisboa

Clubes abrangidos pelo Artigo 37.3

Ass Cult Rec Senhora do Desterro

GRECAS

JV  Juventude Vidigalense

MAC  Maia Atlético Clube

Recreio Desportivo de Águeda

SCB  Sporting Clube de Braga

SCP  Sporting Clube de Portugal

Sport Lisboa e Benfica  Lisboa

União Desportiva de Várzea  Porto

A tabela seguinte (valores mais baixos) aplica-se tendo em atenção o disposto no Regulamento:

  1. Ao valor calculado nos termos no número anterior acrescerá ainda uma percentagem de 25% caso o Clube para onde o praticante desportivo se transfere não tenha tido representatividade nos Campeonatos Nacionais de Juvenis e nos Campeonatos Nacionais de Juniores, com um mínimo de 6 praticantes desportivos, na época que terminou (com representantes em pelo menos três setores distintos). Para efeitos deste ponto nº 2 entende-se por setores o seguinte: Velocidade e Barreiras, Meio-Fundo e Fundo, Saltos, Lançamentos, Provas Combinadas e Marcha. 3. Ao valor calculado nos termos do nº 1 acrescerá ainda uma percentagem de 25%, caso o Clube para onde o praticante desportivo se transfere se tiver classificado na época que terminou, nos três primeiros lugares, no escalão sénior, de uma das seguintes competições: – Campeonato Nacional de Clubes – Final da 1ª Divisão; – Campeonato Nacional de Corta-Mato Longo e Curto; – Campeonato Estrada;

Assim,caso o praticante se transfira para um clube isento pelo Artigo 37.2 e que não seja abrangido pelo Artigo 37.3 do Regulamento de Filiação de Agentes Desportivos, os valores a pagar são inferiores.

Pegando na lista acima citada, os valores são os seguintes:

Valor acumulado dos atletas até 3.500 euros
Masculinos  
Tsanko Arnaudov 4.500
João Vieira 3.750
Diogo Ferreira 3.500
Femininos  
Ana Cabecinha 7.500
Patrícia Mamona 6.750
Dulce Félix 5.250
Inês Henriques 5.250
Susana Costa 5.250
Irina Rodrigues 4.500
Sara Moreira 4.500
Filomena Costa 3.750
Marta Freitas 3.500

Deixar Resposta