Mundial de Atletismo em Doha 2019 já tem estádio pronto

0
2962

A exatamente um ano do início do Campeonato Mundial de Atletismo, que será disputado em Doha, no Qatar, o Comité Organizador do evento apresentou nesta quinta-feira (dia 27) o Estádio Internacional Khalifa, sede do maior evento desportivo da história do Oriente Médio.
O estádio está pronto, com uma pista sintética cor-de-rosa e sistema de refrigeração sustentável de última geração. Os organizadores revelaram opções de ingressos que permitirão aos espetadores assistirem às provas de novas formas.
O evento foi aberto apenas aos convidados da IAAF, meios de comunicação internacional, chefes das principais equipas da modalidade do mundo, além de atletas em destaque do Qatar, como Abderrahman Samba, campeão asiático dos 400 m com barreiras e líder do ranking mundial de 2018, com 46,98.
Foi aberta a contagem regressiva de um ano e os participantes puderam desfrutar temperaturas entre 24-26 graus Celsius. O ar condicionado do estádio, que também será sede de partidas do Mundial de Futebol de 2022, é certificado pelo Sistema Global de Avaliação da Sustentabilidade (GSAS). Em abril de 2019, o estádio receberá o Campeonato Asiático de Atletismo.
O programa de venda de bilhetes também foi revelado e oferecerá aos espetadores uma série de opções que permitirão acompanhar as provas desde Majlis, tradicionais acolchoados árabes, ou escolher lugares na meta. Os bilhetes mais baratos custarão 14 Euros. Serão oferecidos descontos para famílias e grupos.
Os interessados, segundo os organizadores, podem-se registrar no endereço abaixo:
https://iaafworldathleticschamps.com/doha2019/tickets
Este é o caminho para receber informações, alertas e lembretes para quando os bilhetes começarem a ser vendidos, em novembro.
O presidente da IAAF, Sebastian Coe, lembrou que o Qatar tem sido sede de eventos oficiais de Atletismo há mais de 20 anos. “É um relacionamento antigo e o Comité Organizador é um parceiro confiável, que está comprometido em entregar um Campeonato Mundial de Atletismo de alto nível”, comentou. “Com tudo pronto, agora temos tempo para testes das instalações, sistemas e serviços”, continuou. “O facto de ser o nosso primeiro Mundial no Médio Oriente é extremamente excitante. Significa que podemos e devemos fazer coisas de forma diferente”, concluiu.
O desafio será a adaptação às provas a disputar-se no exterior do extádio. A maratona, por exemplo, será disputada à meia-noite de Doha. As provas de marcha atlética estão previstas para começar às 23.30 locais.

Deixar Resposta