Mundial de Doha distribuirá 7,5 milhões de dólares a medalhados e recordistas mundiais

0
192

Atletas que baterem recordes mundiais em Doha ganham 100 mil dólares. Vencedores das provas individuais ganham 60 mil dólares

A IAAF já divulgou os valores dos prémios do Mundial de Atletismo em Doha. No total, serão distribuídos 7,5 milhões de dólares a quem for ao pódio e a recordistas mundiais nos dez dias do evento. Os atletas que baterem recordes mundiais receberão um prémio extra de 100 mil dólares.

Já os campeões das provas individuais embolsarão 60 mil dólares cada um, enquanto os medalhados de prata levarão 30 mil e os de bronze, 20 mil.

Nas estafetas, a equipa vencedora receberá 80 mil dólares. Em todas as provas, haverá prémios monetários até ao oitavo classificado.

Os prémios são uma oferta de dois patrocinadores da competição, a multinacional japonesa de produtos eletrónicos TDK e o Qatar National Bank (QNB).

No Mundial de Pequim 2015, o americano Ashton Eaton foi quem embolsou o cheque de 100 mil dólares. Já no Mundial de Londres 2017, a contemplada foi Inês Henriques, nos 50 km marcha.

 

Deixar Resposta