NA Cucujães (M) e Srª Desterro (F) campeões da II Divisão

0
2121

O NA Cucujães, no setor masculino, e a ACR Srª Desterro, no feminino, duas formações que já andaram pela I Divisão, sagraram-se este fim-de-semana, em Braga, campeões nacionais da II Divisão.

No setor masculino, apenas seis pontos separaram as três equipas do pódio. O NA Cucujães, que andou na I Divisão no final do século passado e fora segundo na II divisão há dois anos (mas desceu à III em 2017), conseguiu finalmente o título, com 109 pontos, mais dois que outro clube histórico, o Campismo de S.J. Madeira, que esteve na I Divisão em 2014 e 2015 e foi campeão da II Divisão em 2017. Fechou o pódio o Maia AC, com 103 pontos. A equipa fora sétima nos três últimos anos e subiu agora ao terceiro lugar.

acr desterroNa competição feminina, com sete pontos apenas a separar as três primeiras equipas, a Srª Desterro, que esteve cinco anos na I Divisão, chegando a ser quarta em 2015 e 2016, mas descera para última em 2017, sagrou-se agora campeã da II Divisão, com 119 pontos, contra 116 da UC Eirense e 112 do GA Fátima, duas equipas de formação recente, que estão nestes campeonatos de clubes apenas há quatro e três anos, respetivamente. A formação do Eirense foi segunda na II Divisão pelo terceiro ano consecutivo, enquanto a de Fátima tem vindo a subir: 5ª em 2016, 4ª em 2017, 3ª agora.

Destaques individuais:

Masculinos – 200 m – Guilherme Santos (Esc. Movimento) 21,89 (v:+0,5); 110 bar. – Mauro Fonseca (Gira Sol) 14,80 (+0,1); 400 bar. – Romeu Gomes (Campismo) 54,58; altura – João Duarte (Maia AC) 2,01; martelo – Pedro Capela (Campismo) 54,26.

Femininos: 200 m – Adriana Alves (GA Fátima) 24,80 (+3,5); 100 bar. – Elisabete Silva (UC Eirense) 14,56 (+1,1); triplo – Yolanda Xavier (Srª Desterro) 12,80 (+1,5); dardo – Flávia Costa (ADRE Palhaça) 44,65.

III Divisão: AC P. Varzim (M) e CF Oliveira do Douro (F) campeões

3ª div. masculinosMuito equilíbrio na III Divisão, com as cinco primeiras equipas masculinas separadas por apenas 12 pontos e as quatro primeiras femininas por 13. No final, AC Póvoa de Varzim (masc.) e CF Oliveira do Douro (fem.) são os novos campeões.

A equipa da Póvoa, que fora terceira nos dois últimos anos, somou 112 pontos, mais dois que a Juventude Ilha Verde, campeã em 2016 e 2017. A estreante formação da AD Novas Luzes foi terceira, com 101 pontos.

3ª divisãoNo setor feminino, a equipa de Oliveira do Douro, que se estreara há um ano com um 5º lugar, subiu agora a primeira, com 108 pontos, contra 104 da Fundação Salesianos, sucessora da equipa de Salesianos de Manique que estivera na II Divisão em 2014, e 100 pontos do NA Cucujães, 6º há um ano.

Individualmente, há a salientar Sérgio Silva (J. Ilha Verde), com 21,91 nos 200 m (v:+1,2), Remi Lima (CA Mazarefes), com 45,28 no disco, e duas atletas da Fundação Salesianos, Catarina Lourenço, com 24,29 nos 200 m (v:+1,3), e Fatumata Balde, com 14,19 nas barreiras (v:+1,0).

Deixar Resposta