Nacional de Estrada com despique masculino

0
822

(Foto de Fernando Ferreira)

O Campeonato Nacional de Estrada, que este sábado volta a ter a Marginal de Cascais como palco, com partida (15 h) e chegada ao Estádio Nacional, promete intenso despique no setor masculino e uma cor só no feminino. Enquanto nas mulheres o Sporting estará só na frente e até se deu ao luxo de dispensar algumas das melhores atletas (Jéssica Augusto e Catarina Ribeiro, as duas primeiras há um ano, que correrão um crosse em Espanha – Elgoibar, e ainda Salomé Rocha), nos homens espera-se equilíbrio entre Benfica (mais capaz de chegar ao título individual) e Sporting (com uma equipa mais numerosa em termos de primeiros planos).

No setor feminino, são duas as principais favoritas: Inês Monteiro, quatro vezes campeã entre 2002 e 2005 e pode voltar a ganhar… 13 anos depois (!), e Sara Moreira, vencedora em 2009, 2010 e 2013. Mas, depois, serão certamente sportinguistas as ocupantes dos lugares seguintes: Susana Godinho e Ana Ferreira foram quarta e quinta há um ano. O Benfica apresentará apenas Neide Dias, já que Marta Pen, terceira em 2017, já regressou aos Estados Unidos. Há um ano, a equipa do RD Águeda foi vice-campeã. Repetirá o feito desta vez?

No setor masculino, o Benfica terá em Rui Pinto e Samuel Barata os principais candidatos ao triunfo individual. Mas precisará de quatro atletas bem classificados para ganhar pelo sexto ano consecutivo. O triatleta João Pereira é aquele que parece em melhores condições, havendo depois Ricardo Ribas, Eduardo Mbengani e Hermano Ferreira, mas parecendo longe do que já valeram.

O Sporting, que não contará com o campeão de 2017 (Hélio Gomes, suspenso por doping), não está tão bem apetrechado a nível de top mas tem muitos atletas de valor equilibrado, dos quais poderão sair os quatro pontuados. E, entre eles, estão dois ex-benfiquistas, Alberto Paulo (2º em 2017) e Tiago Costa. Licínio Pimentel, Rui Teixeira, Rui Pedro Silva, Hélder Santos, Bruno Albuquerque e Ricardo Dias são outros nomes a ter em conta. Tudo vai depender muito da (curta) segunda linha benfiquista… O Maia AC tentará repetir o lugar no pódio (3º) de há um ano.

A prova será aberta a corredores populares, que partirão 10 minutos depois (15.10 h), na denominada Corrida Allianz com os Campeões.

 

Deixar Resposta