Noah Lyles é alérgico e sofre de asma, tem muito medo do coronavírus

0
340

O sprinter norte-americano Noah Lyles, de 22 anos, está com muito medo do coronavírus. A razão é simples, ele é alérgico e asmático.

Lyles, atual campeão mundial dos 200 metros e dos 4×100 m, diz que o seu corpo “é mais suscetível ao contágio”. Por isso, tem tomado precauções especiais no seu dia a dia. “Dá-me um pouco de medo porque creio que sou um fator de risco. Sei que o meu corpo é talvez mais suscetível ao contágio que outras pessoas e tenho por isso, que ir com mais cuidado”, disse Lyles numa teleconferência feita a partir da sua casa na Flórida.

Lyles aplaudiu também o adiamento dos Jogos Olímpicos. “Essa decisão é um alívio porque a minha primeira preocupação era que todo o mundo estivesse são e que todos pudessem treinar num lugar adequado antes de competir”, disse o sprinter que aspira em Tóquio 2021 a três medalhas de ouro, nos 100 m, 200 m e 4×100 m.

Lyles ainda espera que haja meetings esta época e tem-se exercitado como pode. Sem uma pista para treinar, o atleta e o seu grupo de treino correm pelos trilhos e colinas de um parque das imediações, procurando manter sempre a distância de segurança para com os seus companheiros.

“É uma nova rotina estranha e diferente. Estou uma ou duas horas e regresso logo à quarentena. É fazer um pouco para não ficar louco. Não creio que alguém estivesse preparado para este virús. Tudo isto do coronavírus me entristece muito mas há que continuar”.

Lyles tem agora mais tempo para se ocupar com duas das suas grandes paixões, os videojogos e a música. “Com um amigo, temos estado a trabalhar numa canção e estamos muito próximos de acabá-la. Estamos a planear lançá-la nos próximos meses”.

 

 

Deixar Resposta