Noah Lyles e Justin Gatlin abaixo dos 10 segundos nos 100 metros mas com vento a favor

0
167

O vento ajudou Noah Lyles e Justin Gatlin a assinarem cronos agradáveis no seu regresso dos meetings. Aconteceu ontem em Montverde, na Flórida, num dos primeiros meetings norte-americanos do Verão.

Os dois sprinters e ainda Trayvon Bromell participaram apenas numa das várias séries, apanhando condições climatéricas pouco agradáveis, com uma fina chuva e forte vento favorável (+4 m/s) na primeira série. Lyles fez 9,94 e Gatlin, 9,99. Bromell apanhou uma série menos ventosa (+1,6 m/s) e correu em 10,04, o seu melhor crono desde 2016. A carreira do antigo campeão mundial dos 60 m tem sido marcada pelas lesões.

Na final, sem chuva mas numa pista molhada, a vitória pertenceu ao jovem Kenny Bednarek (21 anos) que pulverizou o seu recorde pessoal em 10,14 (+0,6 m/s), à frente do canadiano Andre De Grasse com 10,17. Bednarek venceu mais tarde também os 200 metros em 20,06 /+1 m/s).

Em femininos, a bahamiana Shaunae Miller-Uibo venceu os 400 m em 50,52 e os 200 m em 22,61 (-1,1 m/s).

Nos 100 m, a norte-americana Sha’Carri Richardson impôs-se na final com 11,05, à frente de Hannah Cunliffe (11,14 (vento nulo).

Christian Taylor foi o único concorrente no triplo salto, ficando-se pelos 16,75 m, antes de disputar as séries e a final dos 100 m (10,76 e 10,80).

 

Deixar Resposta