Norte-americano bate recorde mundial das 100 milhas em tapete rolante

0
353

O norte-americano Zach Bitter bateu o recorde mundial das 100 milhas em tapete rolante, ao percorrer a distância em 12h09m15s,  a uma média de 4m32s/km. Em Agosto de 2019, o ultramaratonista tinha batido o recorde mundial da mesma distância, mas em pista, com 11h19m13s.

O atleta, de 34 anos, planeava correr as 100 milhas na prova Ultra London, à volta de uma pista de 400 metros. Mas, com o cancelamento das corridas devido à pandemia do coronavírus, decidiu correr a distância no tapete rolante.

Zach Bitter superou largamente o recorde anterior que pertencia ao canadiano Dave Proctor, com 12h32m26s, desde Maio de 2019.

“Fiquei a pensar em como poderia fazer 100 milhas em casa”, disse Zach Bitter, antes do evento. “O tapete rolante parecia algo diferente e acho divertido procurar algo no qual não se sinta confortável”, completou o atleta.

O ultramaratonista adaptou os seus treinos para o tapete rolante. Até aí, o máximo que tinha feito, tinham sido 48 km. “É uma coisa psicológica”, disse.

Durante a corrida, que teve o apoio da Fight for the Forgotten, uma organização sem fins lucrativos anti-bullying nos EUA, do qual é parceiro, o corredor teve de alternar entre dois tapetes rolantes para impedir que eles desligassem automaticamente.

Até ao meio da prova, ele correu a um ritmo confortável e com uma boa vantagem em relação ao recordista anterior. Zach acelerou nos km seguintes, mas precisou de diminuir o ritmo perto do final e até, a fazer uma pausa um pouco maior no km 140 para comer batatas fritas, único alimento sólido ingerido durante a corrida.

Chegado ao km 150, o recordista trocou de tapete rolante pela última vez até atravessar uma linha de chegada de papel higiénico feita pela sua esposa Nicole Bitter.

Deixar Resposta