Nova Iorque: A maior maratona do mundo em números

0
2813

Colocar mais de 50 mil atletas a correr uma maratona, como acontecerá este domingo em Nova Iorque, não é tarefa fácil. A logística e o pessoal que a organização, a cargo do New York Road Runners Club (NYRR) tem de reunir para colocar esta verdadeira multidão a correr nas ruas nova-iorquinas, entre Stalen Island e o Central Parque, é uma autêntica odisseia.
Com um recorde de finalistas à escala mundial, que aconteceu em 2014, com 50530 chegados, sendo 30108 homens (59,58 por cento) e 20422 senhoras (40,42 por cento) a mais popular das maratonas à escala mundial, que se começou a disputar em 1970, pela mão de um húngaro emigrado nos Estados Unidos, de nome Fred Lebow, continua a ser 46 anos depois -só interrompeu em 2012 devido ao furacão Sandy – a maior referencia em corridas do género.
Para facilitar a tarefa aos mais de 50 mil concorrentes que vão enfrentar o desafio de cobrir os 42,195 quilómetros da prova, vão estar na rua mais de dez mil voluntários, que se ocuparão das mais diferentes tarefas, que vão desde o controlo e encaminhamento de atletas e público, até à distribuição de água e abastecimentos no início, durante e no final da prova.
Eles irão distribuir mais de 220 mil litros de água e 115 mil litros de bebida isotónica,  tudo em copos de papel, para ser mais ecológico. Antes da partida será também disponibilizado aos atletas, 40800 barras energéticas, 61000 garrafas de água e 65 mil copos de café.
No que diz respeito aos cuidados médicos, haverá 38 estações preparadas para fornecer o apoio mais básico, estando equipadas com 5700 quilos de gelo, 14 mil pensos rápidos e 220 tubos de vaselina. De realçar ainda a montagem de quase dois mil sanitários portáteis, tanto na zona da partida, como ao longo do percurso e no final.
Prevê-se que a prova seja acompanhada em directo, em todo o mundo,  por cerca de 300 milhões de espectadores (37 câmeras) e que em simultâneo estejam acreditados mais de 150 fotógrafos profissionais, os quais se encarregarão de reportar a corrida à escala mundial. A organização calcula também que, entre participantes e espectadores, sejam tiradas mais de 1,7 milhões de fotos.
A coordenar toda esta equipa estarão os 160 funcionários do NYRR, que trabalham todo o ano, para que a Maratona de Nova Iorque continue a ser o sucesso, que todos reconhecem.

Deixar Resposta