Novos máximos em Maratonas disputadas em Portugal (melhor marca, estrangeiros e mais de mil femininas!)

0
131

João Lima publicou no seu blog (https://joaolimanet.blogspot.com/) um interessante estudo sobre as maratonas em Portugal, abordando os recordes de todas as maratonas já disputadas no país, a vários níveis como melhor tempo de sempre ou o número de atletas classificados, número de atletas femininas, etc.

Dado o seu interesse e depois de obtido a sua autorização, publicamos o seu estudo.

Realizadas que foram as Maratonas de Lisboa e Porto, altura para actualizar os diferentes máximos das disputadas desde sempre em Portugal.

E temos três novos records. A melhor marca, o maior número de atletas femininas e a maior participação estrangeira, todas elas pertencentes à Maratona de Lisboa.

Continua a notar-se a mesma tendência, maioria de estrangeiros em Lisboa, de portugueses no Porto. Assim, Lisboa teve 25,1% de atletas nacionais e 74,9% de estrangeiros. Por seu turno, o Porto contou com 57,7% de portugueses e 42,3% do resto do mundo.

Está justificado assim o novo máximo de estrangeiros que passou de 2.960 em Lisboa 2017 para 3.328, acabando por influenciar o record de participação feminina pois a percentagem de mulheres atletas é ainda bem superior lá fora do que cá dentro, apesar dos notórios progressos.

Recorde-se, a propósito, que na 1ª edição da Maratona do Porto, estiveram presentes apenas 8 senhoras em 317 classificados (2,5%) e na actual edição, foram 595 em 3.804 (15,6%), enquanto em Lisboa e devido à participação estrangeira, foram 1.084 em 4.442 (24,4%).

O record de classificadas femininas vinha de Lisboa 2017 com 969 e passou este ano a ser de 1.084 atletas.

Não deixa de ser marcante a quebra da barreira do milhar. No caso da classificação geral, demorou 98 anos a lá chegar, enquanto que a partir do momento em que passou a ser oficialmente permitida a participação feminina, demorou 37 anos a quebrar essa barreira.

Falta referir o recorde de melhor marca de sempre. Se no ano passado em Lisboa, o etíope Limenih Getachew passou a deter um novo máximo com 2.07.34, baixando-se pela primeira vez das 2.08, este ano o também etíope Andualem Belay Shiferaw por um escasso segundo, não entrou na casa das 2.05, ao registar um tempo final de 2.06.00, marca já bem significativa a nível internacional.

Assim, a tabela de relação de records nas Maratonas nacionais, fica assim escalonada:

Classificados 4.736 Porto 2016
Masculinos 4.098 Porto 2016
Femininos 1.084 Lisboa 2019
Portugueses 3.308 Porto 2016
Estrangeiros 3.328 Lisboa 2019
Países 68 Lisboa 2016
Marca Masculina 2.06.00 Lisboa 2019
Marca Feminina 2.24.13 Lisboa 2016

De notar que, apesar de marginalmente (20 atletas), o máximo de participação estrangeira é superior à nacional, o que sucede pela primeira vez.

De registar que todos estes records foram obtidos desde 2016, o que denota bem a evolução que a mítica distância tem tido no nosso país.
Como prova, recordo aqui como tem sido a evolução do record nacional de participação:

Data Maratona Classificados
02-05-1910 Jogos Olímpicos Nacionais (Lisboa) 10
18-06-1911 Jogos Olímpicos Nacionais (Lisboa) 22
09-04-1978 Campeonato Nacional (Faro) 23
22-04-1979 Campeonato Nacional (Portalegre) 27
20-04-1980 Inatel (Foz do Arelho) 37
12-10-1980 A.A.L. (Torres Vedras) 45
05-04-1981 Campeonato Nacional (Faro) 49
04-04-1982 Campeonato Nacional (Almeirim) 56
20-12-1982 Spiridon (Autódromo Estoril) 127
18-12-1983 Spiridon (Autódromo Estoril) 176
03-11-1984 A.A.L. (Lisboa) 324
06-11-1988 Xistarca (Lisboa) 442
21-10-1990 Xistarca (Lisboa) 562
20-10-1991 Xistarca (Lisboa) 775
02-12-2007 Xistarca (Lisboa) 825
07-12-2008 Xistarca (Lisboa) 1.005
06-12-2009 Xistarca (Lisboa) 1.153
07-11-2010 Porto 1.180
06-11-2011 Porto 1.515
28-10-2012 Porto 1.671
09-12-2012 Xistarca (Lisboa) 1.681
06-10-2013 Rock’n’Roll (Cascais-Lisboa) 1.836
03-11-2013 Porto 2.763
05-10-2014 Rock’n’Roll (Cascais-Lisboa) 2.865
02-11-2014 Porto 4.040
08-11-2015 Porto 4.406
06-11-2016 Porto 4.736

Salta à vista o grande incremento nos últimos 11 anos, onde o milhar ainda era uma miragem.

De referir que o record de 22 classificados alcançado em 1911 só foi batido, passando para 23, em 1978, 67 anos depois!
E como foi batida a melhor marca em solo nacional, segue aqui a sua evolução desde sempre (1ª Maratona nacional deu-se em 1910):

Data Maratona Nome Marca
02-05-1910 Jogos Olímpicos Nacionais (Lx) Francisco Lázaro 2.57.35
02-06-1912 Jogos Olímpicos Nacionais (Lx) Francisco Lázaro 2.52.08
05-07-1936 Campeonato Nacional (Lisboa) Manuel Dias 2.37.20
28-03-1937 Campeonato Nacional (Lisboa) Manuel Dias 2.30.38
11-04-1954 Campeonato Nacional (Lisboa) José Araújo 2.21.00
04-04-1971 Campeonato Nacional (Lisboa) Armando Aldegalega 2.20.42
14-03-1976 Campeonato Nacional (Faro) Anacleto Pinto 2.14.36
08-11-1987 Xistarca (Lisboa) Gualdino Viegas 2.13.59
18-10-1992 Xistarca (Lisboa) Jacob Ngundu 2.13.34
28-11-1993 Xistarca (Lisboa) Said Ermili 2.12.29
27-11-1994 Xistarca (Lisboa) Zbigniew Nadolski 2.11.57
15-10-2006 Porto Lawrence Saina 2.09.52
06-11-2009 Porto Philemon Baaru 2.09.51
06-10-2013 Rock’n’Roll Cascais-Lisboa Paul Lonyangata 2.09.46
05-10-2014 Rock’n’Roll Cascais-Lisboa Samuel Ndungu 2.08.21
14-10-2018 EDP Cascais-Lisboa Limenih Getachew 2.07.34
20-10-2019 EDP Cascais-Lisboa Andualem Shiferaw 2.06.00

Esperemos o que 2020 nos trará e se será o ano em que se quebrará a barreira dos 5 mil classificados numa Maratona em Portugal.

Aproveito para deixar as datas:

19/01 – Funchal

26/04- Aveiro
10/05 – Eco Maratona Lisboa

11/10 – Lisboa

08/11 – Porto

29/11 – Gerês (data sujeita a confirmação)

(A boa notícia é que Lisboa e Porto irão estar separadas por 4 semanas em vez das muito curtas 2 semanas deste ano).

Deixar Resposta