Oliveira do Douro (masc.) e Sporting (fem.) campeões nacionais juvenis

2
3194

(Foto de arquivo)

O Campeonato Nacional de Juvenis de pista coberta, este fim-de-semana realizado em Pombal, trouxe à ribalta um novo clube campeão nacional – o Clube de Futebol de Oliveira do Douro, vencedor masculino por equipas.

CFODCom secção de atletismo recente, o clube já havia subido ao pódio (3º lugar) nos Nacionais de Juniores de pista coberta e ar livre na época passada. Agora, sagrou-se campeão nacional de juvenis, somando 68 pontos, contra 45 do Sporting e 30 do Benfica.

No setor feminino, foi o Sporting o campeão, com 76 pontos, contra 63 da Juventude Vidigalense e 61 de Benfica (3º) e CF Oliveira do Douro (4º). Se o destaque vai para a formação do concelho de Vila Nova de Gaia, a parte negativa vai para o Benfica, o clube que tem dominado os escalões jovens e que se apresenta este ano bem abaixo do habitual, fruto do desinvestimento feito… pelos vistos não apenas a nível dos seniores.

Individualmente, há a destacar vários nomes, em especial no setor feminino. Excelente o despique nos 60 metros entre a belga Delphine Nkansa (Benfica), que ganhou com 7,50, e Beatriz Andrade (SCU Torreense), com 7,59. A primeira, se fosse portuguesa, igualaria Marisa Carvalho no segundo lugar entre as melhores juvenis de sempre. A segunda é já a quarta, tendo-se distinguido ainda nos 200 m, com 25,39, atrás de Ana Costa (Boavista), que é ainda juvenil de 1ª época e ganhou os 200 m, com 25,45 (4ª juvenil de sempre), e os 300 m, com 39,94, a dois escassos centésimos do recorde nacional de Marisa Carvalho. Outra juvenil de 1º ano campeã foi Inês Borba (Vit. Setúbal), vencedora dos 1500 m (4.42,37). Outra dupla campeã foi Maria João Esteves (CA Marinha Grande), vencedora do comprimento (5,47) e do triplo (12,16), sendo já a 4ª juvenil de sempre no triplo, em pista coberta. Também Bárbara Neiva (Almada e Figueirinhas), com 9.51,10 aos 3000 m (3ª de sempre), e Sara Moreira (C+S Lavra), com 8,90 nos 60 m barreiras (8ª de sempre), se destacaram.

Entre os rapazes, o maior relevo vai para o heptatlonista Guilherme Moreira (Esc. Movimento), que somou 4424 pontos e é já o quarto de sempre, apesar de ainda ser juvenil em 2019.

Embora ainda aquém das suas marcas de 2017 (22,59 e 35,21), Tomás Gonçalves (AA Ch. Caparica) foi dos melhores, ao ganhar os 200 m (22,74) e 300 m (36,09). Também “bisaram” títulos, Etson Barros (CO Pechão), nos 1500 e 3000 m, e Pedro Buaró (GD Estreito), na altura (1,95) e vara (4,15). Mamadu Jaló (Novas Luzes) perdeu essa oportunidade: ganhou o triplo (13,62) mas foi desclassificado nas barreiras, depois de ter conseguido 8,35 na meia-final, tempo melhor que o do vencedor na final (8,53).

Eis os campeões:

MASCULINOS:
60 m David Martinho (ACDR Arneirense) 7,14
200 m Tomás Gonçalves (AA Ch. Caparica) 22,74
300 m Tomás Gonçalves (AA Ch. Caparica) 36,09
800 m João Peixoto (SC Braga) 1.59,36
1500 m Etson Barros (CO Pechão) 4.11,30
3000 m Etson Barros (CO Pechão) 8.49,94
60 b./91 Bernardo Moreira (CA Porto) 8,53
Altura Pedro Buaró (GD Estreito) 1,95
Vara Pedro Buaró (GD Estreito) 4,15
Comp. Rodrigo Agostinho (CA Mar. Grande) 6,72
Triplo Mamadu Jaló (AD Novas Luzes) 13,62
Peso/5 Ruben Oliveira (AC P. Varzim) 13,50
Heptatlo Guilherme Moreira (Esc. Movimento) 4424
5000 m M João Bernardo (Penta C Covilhã) 24.33,15
4×200 m CA Marinha Grande 1.36,45
Pontuação coletiva:
CF Oliveira do Bairro 68
Sporting 45
SL Benfica 30
FEMININOS:
60 m Delphine Nkansa (Benfica) 7,50
200 m Ana Costa (Boavista) 25,25
300 m Ana Costa (Boavista) 39,94
800 m Inês Borba (Vit. Setúbal) 2.18,38
1500 m Inês Borba (Vit. Setúbal) 4.42,37
3000 m Bárbara Neiva (Almada Fig.) 9.51,10
60 b/76 Sara Moreira (C+S Lavra) 8,90
Altura Ana Leite (C+S Lavra) 1,55
Vara Carlota Gonçalves (UFC Tomar) 2,80
Comp. Maria João Esteves (CA Mar. Grande) 5,47
Triplo Maria João Esteves (CA Mar. Grande) 12,16
Peso/3 Carolina Fernandes (SUO Vais) 13,46
Pentatlo Mariana Bento (Sporting) 3458
3000 m M Catarina Santos (Sporting) 15.06,33
4×200 m Sporting CP 1.50,96
Pontuação coletiva:
Sporting 76
J. Vidigalense 63
Benfica 61

2 Comentários

  1. Pede-se a uma revista de Atletismo rigor na informação. A vencedora dos 800m de juvenis de Pista Coberta foi a atleta Sofia Almeida do Recreio Desportivo de Águeda, com a marca de 1.18.07. O seu a quem de direito!

    Maria Arede

    • Tem toda a razão na chamada de atenção. Já corrigimos o erro, pelo qual pedimos desculpa.
      Cumprimentos,
      Manuel Sequeira

Deixar Resposta