Operação Jimbo em Espanha implica atletas que compraram EPO

0
2047

A Agência Espanhola Antidopagem (AEPSAD) vai abrir um processo por doping a sete desportistas e ex-desportistas espanhóis por comprarem EPO ao ex-atleta Iván Hierro, condenado a seis meses de prisão por tráfico de substâncias dopantes.

Segundo o El País, os espanhóis agora implicados são os irmãos Júlio e Fernando Rey, Manuel Penas, Margarita Fuentes-Pila, Jiménez Pentinel, David Blanco (ciclista paralímpico) e Mohamed Day.

Júlio Rey, de 46 anos, é ainda o atual recordista espanhol da maratona desde 2006 com 2.06.52. Margarita Fuentes-Pila, de 35 anos, sagrou-se recentemente campeã de cross da Cantábria e já havia estado suspensa por seis meses em 2015 por não haver renovado a autorização para tomar medicação contra a asma.

Segundo a sentença de Iván Hierro, este comprava as substâncias dopantes ao irmão de uma enfermeira.

 

 

Deixar Resposta