Organização da Maratona de Boston não garante a prova em Setembro

0
352

Apesar das autoridades do estado de Massachusetts terem começado a suavizar as medidas de saúde pública contra o coronavírus, a Organização da Maratona de Boston está cautelosa sobre a disputa da prova em Setembro próximo, depois de ter sido adiada em Março.

Os organizadores da histórica prova continuam em consultas com as entidades governamentais para verem se conseguem evitar cancelar o evento pela primeira vez em 124 anos.

Apesar de ainda faltarem quatro meses para Setembro, o desafio de garantir que os corredores e os espetadores estejam em segurança e não se convertam em propagadores do coronavírus, é muito grande e arriscado.

Mais de 31 mil corredores terão que ser transportados em autocarros ou encontrar transporte para o local da partida em Hopkinton na manhã de 14 de Setembro, e logo distanciarem-se socialmente antes do início da prova. Depois, há o problema de cerca de um milhão de espetadores distribuídos ao longo do percurso.

O presidente da Câmara de Boston, Marty Walsh, reconheceu que a evolução do coronavírus não tem sido a esperada. “Tínhamos a esperança de que o coronavírus já não fosse um risco significativo para a saúde pública dos nossos residentes”.

A Maratona de Boston tem-se disputado todos os anos desde 1897 e é a maratona mais antiga do mundo. A corrida pode injetar cerca de 200 milhões de dólares na economia de Massachusetts.

 

 

Deixar Resposta