Patrícia Mamona hoje no Meeting de Roma, da Liga Diamante

0
2660

Dá em direto na Sport TV1 a partir das 19 horas

A elite do atletismo mundial, com 17 ouros olímpicos e 44 títulos mundiais, participa hoje na Gonden Gala de Roma, quarta etapa da Liga Diamante de 2017.

O evento na capital italiana terá a presença do pódio completo dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em três provas: o lançamento do dardo masculino, o salto triplo feminino e o salto com vara feminino.

A Golden Gala contará com protagonistas como o queniano Conseslus Kipruto, atual campeão olímpico nos 3.000 metros obstáculos, o alemão Thomas Rohler, ouro no lançamento do dardo no Rio, e o velocista canadiano Andre De Grasse, prata nos 200 metros e bronze nos 100 metros e na estafeta  4×100 metros.

Em femininos, destacam-se a colombiana Caterine Ibargüen, ouro no Rio 2016 e prata em Londres 2012 no salto triplo, a holandesa Dafne Schippers, prata nos 200 m no ano passado, a etíope Genzebe Dibaba, prata nos 1.500 metros no Brasil, e a russa Mariya Lasitskene, atual campeã mundial no salto em altura e que competirá por convite da IAAF.

No total, haverá atletas de 55 nacionalidades que representarão todos os continentes para o primeiro evento europeu da Liga Diamante, após as etapas de Doha (Qatar), Xangai (China) e Eugene (EUA).

Uma das provas que gera maior expectativa é o salto triplo feminino, em que a venezuelana Yulimar Rojas, prata no Rio de Janeiro, a cazaque Olga Rypakova, bronze, e a portuguesa Patrícia Mamona, sexta nos Jogos e atual campeã europeia, desafiarão Ibargüen.

Rojas, que ficou com o segundo lugar em Roma em 2016, continua à procura da sua primeira vitória sobre a campeã colombiana.

Também se espera um alto nível no salto com vara feminino, com a grega Ekaterini Stefanidi, campeã no Rio, a ser desafiada pela cubana Yarisley Silva, campeã mundial em 2015 e apenas sétima colocada no Rio.

No lançamento do dardo, Rohler aparece como favorito absoluto, depois de ter obtido a melhor marca do século 21 em Doha, no mês passado, com 93,90 m.

Nos 3.000 metros obstáculos, os quenianos Kipruto, Ezekiel Kemboi e Jairus Birech são os principais favoritos, enquanto Genzebe Dibaba procurará uma marca histórica nos 5.000 metros.

Nos 200 metros, De Grasse, o francês Christophe Lemaitre e o panamiano Alonso Edward são os candidatos mais fortes para subir ao pódio, mas o holandês Churandy Martina tentará surpreender.

O evento em Roma terá início nesta quinta, às 19 h de Portugal com o salto em comprimento masculino e terminará com as provas dos 100 metros paralímpicos, tanto em masculinos como em femininos.

 

Deixar Resposta