Patrícia Mamona, vice-campeã da Europa, foi a melhor da época de Pista Coberta

0
2598

No setor feminino, a época de pista coberta ficou marcada pela proeza de Patrícia Mamona, vice-campeã europeia. E houve nada menos de 15 progressões nos top’10 das várias provas, refletindo o bom momento de várias das melhores atletas nacionais, das quais há ainda a destacar Lecabela Quaresma (pentatlo) e Susana Costa (triplo), ambas com sétimos lugares no Europeu e com progressões que reforçam os seus segundos lugares nos rankings nacionais.

A época foi boa em termos de primeiros planos: 9 líderes anuais com melhor marca que as suas homólogas de 2016, contra 5 com pior marca. Mas não o foi em profundidade: as 10ªs do ano foram melhores em 7 provas e piores noutras 7.

Em termos clubísticos, o Sporting continua a dominar por completo em seniores: 7º título consecutivo e o 22º em 23 anos! Benfica (2º) e J. Vidigalense (3º) completaram o pódio à distância. Já nos escalões jovens, o Benfica recuperou (por um ponto face ao Sporting) o título de sub’23, manteve (com boa margem) o de juniores e perdeu para a J. Vidigalense o de juvenis.

PÓDIO

1ª PATRÍCIA MAMONA (SPORTING)

Vice-campeã da Europa com 14,32m (apesar de uma muito má chamada…), a culminar uma excelente época de pista coberta, com quatro concursos acima de 14,05, todos eles entre as 10 melhores marcas nacionais de sempre em pista coberta. E ainda melhorou o seu recorde pessoal no comprimento, que estava em 6,21m desde… 2009 (igualmente em pista coberta), passando-o para 6,28.

2ª LECABELA QUARESMA (BENFICA)

Radicada em França, registou bons progressos no pentatlo, de 4250 para 4473 pontos, conseguindo depois um honroso 7º lugar no Europeu, com 4444 pontos. Só a recordista Naide Gomes (4759) tem melhor. Lecabela melhorou em quase todas as provas, com destaque para a altura, de 1,70m em pista coberta e 1,73 ao ar livre para 1,78.

 3ª SUSANA COSTA (BENFICA)

“Ofuscada” por Patrícia Mamona, ficou à beira dos 14 metros, com os 13,99 que lhe valeram o 7º lugar no Europeu, depois de 13,94 em fevereiro e de 13,97 na qualificação do Europeu. Boas perspetivas, para o ar livre.

E AINDA…

O pódio foi curto para tantas candidatas… A começar por Anabela Neto (Sporting), que melhorou de 1,83m (ar livre) para 1,85 na altura, marca apenas superada, em pista coberta, pela recordista Naide Gomes (1,88).

Rivinilda Mentai (Benfica) melhorou de 24,12s para 23,89 nos 200 m e é já a terceira de sempre. Também Dorothé Évora (Benfica) melhorou nos 400 m (de 54,54 para 54,39), passando a 6ª de sempre. Sem atingir o seu recorde nacional de 4,51m, Marta Onofre (Sporting) igualou a sua terceira marca de sempre na vara, em pista coberta (4,40). Cátia Azevedo (Sporting), com 53,78s nos 400 m, conseguiu a sua segunda marca de sempre em pista coberta (53,30 como melhor). Salomé Afonso (Sporting) nos 800 m (de 2.08,36 para 2.07,40) e Amélia Vitorino (Sporting) nos 1500 m (de 4.30,24 para 4.21,31) continuaram em progressão. E há o caso sempre especial de Marisa Carvalho (Benfica), ainda júnior de 1º ano e que continua a bater recordes da sua categoria: agora foram os de 60 m barreiras, com 8,37s (6ª portuguesa de sempre), e do pentatlo, com 4064 (4ª de sempre). Lorène Bazolo (Sporting) chegou aos 7,33s nos 60 m (contra 7,30 como melhor) mas esteve infeliz no Europeu.

A CONFIRMAÇÃO: JESSICA INCHUDE (SPORTING)

Com dupla nacionalidade guineense e portuguesa desde a época passada, Jéssica Inchude havia progredido de 15,21m em 2015 (ainda como júnior) para 16,02 em pista coberta e 16,07 ao ar livre, em 2016. Agora, chegou aos 16,90, a 36 cm do recorde de Teresa Machado. O recorde nacional (17,18 de Teresa Machado) será objetivo para a época de ar livre (os 17,26 desta em pista coberta foram obtidos ainda antes da mudança regulamentar que admitia como recordes absolutos as marcas em pista coberta).

A REVELAÇÃO: MARIANA MACHADO (SC BRAGA)

A filha da antiga atleta olímpica Albertina Machado já havia dado nas vistas, mas nunca como este inverno e, em especial, no fim-de-semana do Nacional de Clubes, quando bateu os recordes nacionais de juvenis de 800 m (2.09,85) e 1500 m (4.29,53). Refira-se ainda outra juvenil recordista: Fatoumata Diallo (CO Pechão), com 57,12 e 56,87 nos 400 metros. Também promete…

OS PÓDIOS ANUAIS DA REVISTA ATLETISMO
1996 1ª Fernanda Ribeiro 2ª Carla Sacramento 3ª Lucrécia Jardim
1997 1ª Marina Bastos 2ª Fernanda Ribeiro 3ª Carla Sacramento
1998 1ª Fernanda Ribeiro 2ª Carmo Tavares 3ª Lucrécia Jardim
1999 1ª Isabel Abrantes 2ª Carmo Tavares 3ª Ana Dias
2000 1ª Elisabete Tavares 2ª Sónia Carvalho 3ª Marta Godinho
2001 1ª Carla Sacramento 2ª Isabel Abrantes 3ª Severina Cravid
2002 1ªs Naide Gomes e Carla Sacramento 3ª Sónia Carvalho
2003 1ª Naide Gomes 2ª Elisabete Tavares 3ª Nédia Semedo
2004 1ª Naide Gomes 2ª Sandra Teixeira 3ª Susana Costa
2005 1ª Naide Gomes 2ª Elisabete Tavares 3ª Nédia Semedo
2006 1ª Naide Gomes 2ª Anália Rosa 3ª Elisabete Tavares
2007 1ª Naide Gomes 2ª Susana Costa 3ª Inês Henriques
2008 1ª Naide Gomes 2ª Jessica Augusto 3ª Elisabete Tavares
2009 1ª Sara Moreira 2ª Jessica Augusto 3ª Eleonor Tavares
2010 1ª Naide Gomes 2ª Jessica Augusto 3ª Sara Moreira
2011 1ª Naide Gomes 2ª Sara Moreira 3ª Sónia Tavares
2012 1ª Patrícia Mamona 2ª Eleonor Tavares 3ª Sónia Tavares
2013 1ª Sara Moreira 2ª Ana Cabecinha 3ª Patrícia Mamona
2014 1ª Patrícia Mamona 2ª Eleonor Tavares 3ª Eva Vital
2015 1ª Patrícia Mamona 2ª Ana Cabecinha 3ª Cátia Azevedo
2016 1ª Marta Onofre 2ª Ana Cabecinha 3ª Lecabela Quaresma

 

PROGRESSÃO NO TOP’10 NACIONAL
Anabela Neto SCP altura 1,85
Susana Costa SLB triplo 13,99
Jéssica Inchude SCP peso 16,9
Lecabela Quaresma SLB pentatlo 4473
Rivinilda Mentai SLB 200 m 23,89
Lorène Bazolo SCP 60 m 7,33
Lorène Bazolo SCP 200 m 23,98
Marisa Vaz Carvalho SLB pentatlo 4064
Lecabela Quaresma SLB altura 1,78
Dorothé Évora SLB 400 m 54,38
Marisa Vaz Carvalho SLB 60 bar. 8,37
Patrícia Mamona SCP comp. 6,28
Evelise Veiga JV comp. 6,23
Anabela Neto SCP triplo 12,87
10ª Mara Ribeiro SLB 3000 M 13.13,59

 

AS MELHORES DO ANO PROVA A PROVA
60 m Lorène Bazolo SCP 7,33
200 m Rivinilda Mentai SLB 23,89
400 m Cátia Azevedo SCP 53,78
800 m Salomé Afonso SCP 2.07,40
1500 m Amélia Vitorino SCP 4.21,31
3000 m Marta Pen SLB 9.15,50
60 bar. Marisa Vaz Carvalho SLB 8,37
Altura Anabela Neto SCP 1,85
Vara Marta Onofre SCP 4,4
Comp. Patrícia Mamona SCP 6,56
Triplo Patrícia Mamona SCP 14,32
Peso Jessica Inchude SCP 16,9
Pentatlo Lecabela Quaresma SLB 4473
3000 M Ana Cabecinha COP 12.48,33
4×400 m Sporting CP SCP 3.41,86

 

RECORDES NACIONAIS DE PISTA COBERTA BATIDOS EM 2016/17

SUB-23
Peso Jéssica Inchude (Sporting) 16,45 CAR Jamor 25-01-2017
Peso Jéssica Inchude (Sporting) 16,9 Pombal 11-02-2017
JUNIORES
Pentatlo Marisa Vaz Carvalho (Benfica) 4064 Pombal 12-02-2017
60 bar. Marisa Vaz Carvalho (Benfica) 8.37 (=) Pombal 19-02-2017
JUVENIS
400 m Fatoumata Diallo (CO Pechão) 57,12 Pombal 21-01-2017
4×200 m SC Braga 1.50,03 Pombal 05-02-2017
400 m Fatoumata Diallo (CO Pechão) 56,87 Pombal 18-02-2017
1500 m Mariana Machado (SC Braga) 4.29,53 Pombal 18-02-2017
800 m Mariana Machado (SC Braga) 2.09,85 Pombal 19-02-2017
INICIADAS
Quádruplo Nádia Silva (CF Oliv. Douro) 13,05 Braga 18-12-2016
INFANTIS
150 m Lurdes Oliveira UC Eirense) 19,76 Pombal 05-03-2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixar Resposta