Pichardo líder mundial e Inês líder europeia de 2018

0
373

18 anos depois de António Pinto liderar o ranking mundial da maratona, Portugal volta a ter um líder mundial do ano, através de Pedro Pablo Pichardo, atleta cubano que no ano findo se naturalizou português e foi quem mais longe chegou no triplo-salto, com 17,95 em Doha, em maio, numa prova em que derrotou o norte-americano Christian Taylor, que aí conseguiu a segunda marca mundial do ano, com 17,81. Pichardo conseguiu, naturalmente, a melhor marca europeia mas então com Nelson Évora (17,40 em pista coberta) como segundo melhor (6º a nível mundial). O outro atleta português no top’10 europeu e top’20 mundial foi Tsanko Arnaudov, com os seus 21,27 no peso, em pista coberta.

foto-1-ines-henriquesNo setor feminino, Inês Henriques, que fora a nº 1 mundial em 2017, com o seu recorde do Mundo de 4.05.56, ficou em 2019 aquém de duas atletas chinesas, Rui Liang (4.04.36) e Hang Yin (4.09.09), mas o seu terceiro lugar mundial é o primeiro europeu, com 4.09.21.

Com os seus 2.25.24 em Valência, Dulce Félix tornou-se a segunda maratonista europeia do ano, atrás da israelita (de origem queniana) Lonah Chemtai Salpeter, que obteve 2.24.17 em Firenze. Esse 2º lugar europeu é, no entanto, apenas o 69º a nível mundial, o que diz bem da inferioridade do meio-fundo/fundo europeu.

Salomé Rocha, com 2.25.27 à maratona, foi a quarta europeia (e 72ª mundial) do ano, enquanto, nos 10000 m, Sara Moreira, com 32.10,50, foi 4ª europeia e 45ª mundial. Outra portuguesa em foco foi Irina Rodrigues, que voltou ao top’10 europeu e top’20 mundial pela quarta vez. Os seus 62,37 no disco valeram-lhe o 8º lugar na Europa (fora igualmente 8ª em 2016 com o seu recorde de 63,96) e o 18º no Mundo (14º em 2016). Finalmente, realce para o regresso de Portugal ao top’10 europeu nos 800 e 1500 m, respetivamente 21 e 16 anos depois de Carla Sacramento, agora através de Marta Pen, 9ª nos 1500 m (4.03,99) e 10ª nos 800 m (2.00,09).

Outros portugueses no top’20 europeu foram Ricardo Santos, 11º nos 400 m; Francisco Belo, 13º no peso; Carlos Nascimento, 15º nos 100 m; e Samuel Barata, 18º nos 10000 m, no setor masculino; e, no feminino, Inês Monteiro, 11ª nos 10000 m; Liliana Cá, 11ª no disco; Catarina Ribeiro, 12ª nos 10000 m; Inês Henriques, 14ª nos 20 km marcha; Ana Cabecinha, 16ª nos 20 km marcha; Patrícia Mamona, 17ª no triplo; e Susana Costa, 19ª no triplo.

Portugal já teve líderes mundiais do ano nove vezes no setor masculino (Fernando Mamede, 4 vezes; Carlos Lopes, 2; Manuel Dias, António Pinto e, agora, Pedro Pichardo) e oito vezes no feminino (Fernanda Ribeiro, 5 vezes, Rosa Mota, Naide Gomes e Inês Henriques). E, a nível europeu, já liderou nada menos de 25 vezes no setor masculino e 18 no feminino.

Escalões jovens

Nos escalões jovens, também houve atletas portugueses nos top europeus e mundiais, com especial realce para Etson Barros, 3º juvenil europeu (e 5º mundial) graças aos 5.46,11 nos 2000 m obstáculos, e Mariana Machado, 3ª júnior europeia (e 11ª mundial) nos 1500 m, com 4.13,31. Outro juvenil muito bem colocado foi João Peixoto, 4º europeu e 8º mundial nos 800 m (1.49,42).

Entre os sub’23, destaque para Edujose Lima, 7º europeu e 11º mundial no disco, e Evelise Veiga, 5ª europeia e 11ª mundial no comprimento. Entre os juniores, são três (e todos lançadores, tal como Irina, Tsanko e Edujose!) os portugueses entre os melhores europeus e mundiais: Emanuel Sousa, 4º europeu e 6º mundial no disco/1,75 kg; Leandro Ramos, 5º europeu e 11º mundial no dardo; e Ruben Antunes, 12º europeu e 19º mundial no martelo.

Apresentamos a seguir o quadro dos atletas nacionais no top’10 europeu e top’20 mundial em 2018.  Em http://atletismo-estatistica.pt/ poderá encontrar a lista completa (e algumas curiosidades) relativamente aos anos anteriores, em Rankings anuais/Portugueses nos rankings anuais e europeus.

PORTUGUESES NOS TOP’10 EUROPEU E TOP’20 MUNDIAL DE 2018

EUROPEU MUNDIAL ATLETA PROVA MARCA
Absolutos (M):
Pedro Pichardo triplo 17,95
Nelson Évora triplo 17,40pc
16º Tsanko Arnaudov peso 21,27pc
Absolutos (F):
Inês Henriques 50 km M 4.09.21
69ª Dulce Félix maratona 2.25.24
45ª Sara Moreira 10000 m 32.10,50
72ª Salomé Rocha maratona 2.25.27
18ª Irina Rodrigues disco 62,37
28ª Marta Pen 1500 m 4.03,99
10ª 32ª Marta Pen 800 m 2.00,09
Sub’23 (M):
11º Edujose Lima disco 60,83
Sub’23 (F):
11ª Evelise Veiga comp. 6,61
Juniores (M):
Emanuel Sousa disco/1,75 62,87
11º Leandro Ramos dardo 73,61
29º Emanuel Sousa disco 52,40
12º 19º Ruben Antunes martelo 62,90
16º 19º Ruben Antunes martelo/6kg 71,85

Deixar Resposta