Polémica em campanha publicitária com Ben Johnson

0
2261

Uma campanha publicitária de uma casa de apostas australiana causou indignação no país. A propaganda feita pelo ex-atleta Ben Johnson, fez com que o governo lembrasse o histórico do velocista, apanhado no doping 48 horas depois de conquistar a medalha de ouro nos 100 metros dos Jogos Olímpicos de Seul 1988.

Num vídeo de minuto e meio, Ben Johnson, agora com 55 anos de idade, aparece sentado ao lado de vários troféus e a empresa responsável Sportsbet ainda coloca a legenda “campeão olímpico dos Jogos de Seul em 1988”. Segundos depois, aparece o complemento: “Por 48 horas”, tempo que o canadiano nascido na Jamaica ficou com a medalha. Então, Johnson acusou o consumo de esteroides.

“Quando se trata de aprimorar o desempenho, Ben realmente sabe das coisas e é por isso que ele está usando o novo aplicativo da Sportsbet”, diz o narrador no vídeo.

A Agência Australiana de Luta Antidopagem já apresentou uma queixa contra a Sportsbet.

“A Agência Australiana de Anti-Doping não tolera a mensagem enviada neste anúncio publicitário, que faz alusão ao uso de drogas para que realcem o desempenho no desporto. A campanha envia uma mensagem completamente errada como se o uso de drogas no desporto fosse normal. A campanha menospreza as realizações de atletas limpos e denigra aqueles que trabalham para proteger e lutar pelo desporto limpo em todo o mundo”, divulgou a entidade em comunicado.

No entanto, um porta-voz da empresa responsável pela publicidade disse: “Nós recebemos um bom apoio do público e eles percebem que é uma piada irónica”.

Por outro lado, o governo australiano através do seu ministro do Desporto, Greg Hunt, lembrou o passado de doping do canadiano, afirmando ser um insulto aos atletas limpos e que este tipo de publicidade devia ser suspenso.

 

Deixar Resposta