Polémica no Mundial de Veteranos em Málaga com atletas de Gibraltar

0
1824

A Organização do Mundial de Veteranos que se disputa em Málaga com cerca de 8.000 participantes, impediu os atletas de Gibraltar de competirem sob a sua bandeira, seguindo diretrizes do governo espanhol.

A alternativa oferecida passava pelos atletas competirem como neutros mas quatro dos cinco representantes preferiram abandonar o Mundial. Sebastian Coe criticou a decisão da Organização. “A IAAF apoia o direito de Gibraltar a que os seus atletas compitam debaixo da bandeira do seu país, já que é uma Federação Europeia reconhecida. Instamos a Organização a manter-se firme contra esta ingerência política”.

Também o Ministro dos Desportos de Gibraltar, Steven Linares, reagiu contra a decisão espanhola. “Isto é totalmente inaceitável e não tem cabimento na Europa moderna de hoje. A decisão do Governo espanhol através do seu Conselho Superior de Desportos, de evitar que os atletas gibraltinos de competirem em Málaga com a nossa bandeira é um vestígio perverso de um passado de que a Espanha moderna não pode estar orgulhosa”.

Mas já houve um precedente no Mundial de Meia Maratona de Valência. Inicialmente, o Governo espanhol aplicou a mesma medida de agora mas após o protesto da Associação de Atletismo de Gibraltar, a IAAF interveio e permitiu que os atletas desfilassem com a sua bandeira no desfile posterior à competição.

 

Deixar Resposta