Portugueses com medalhas ao alcance no Europeu de Juniores

1
269

Ao contrário do que se verificava relativamente ao Europeu de Sub’23, no que respeita ao de juniores, que esta quinta-feira se inicia em Boras (Suécia), prosseguindo até domingo, as hipóteses portuguesas de se atingiram medalhas são boas, com nada menos de seis atletas com marcas que os colocam entre os cinco melhores das respetivas provas.

Entre 1987 e 2009, em 12 edições do Europeu, Portugal ganhou 17 das 18 medalhas alcançadas nas 27 edições já realizadas. Nas últimas quatro não conseguiu qualquer medalha e, em 2015, não houve sequer quem se classificasse entre os oito primeiros!

boras 1Desta vez, as perspetivas são bem mais animadoras. Mariana Machado detém as melhores marcas europeias juniores do ano nos 1500 m (4.10,61) e nos 3000 m (9.01,86), embora nesta prova haja duas atletas com melhor marca na época passada. No dardo, Leandro Ramos, recordista nacional absoluto com 77,52, detém a segunda marca, embora haja mais seis atletas que já ultrapassaram os 74 metros esta época. Nuno Pereira detém a quarta melhor marca nos 1500 m (3.43,53) e Etson Barros a quinta nos obstáculos (8.59,12). Também possuem a quinta marca entre os atletas inscritos, Gerson Baldé na altura (2,16) e Joana Pontes nos 10 km marcha (49.06,31). Naturalmente que todos eles terão que estar ao seu melhor nível para aspirarem a medalhas mas as indicações são boas… A melhor prestação nacional em Europeus de Juniores foi em 1993, em San Sebastian, com dois títulos (Carlos Silva nos 400 m barreiras e Susana Feitor na marcha) e nada menos de nove atletas entre os oito primeiros, o que deu uma pontuação de 35 pontos. Em 1989 somaram-se 33 pontos e, em 1987, 30. Tudo isto há cerca de 30 anos. As medalhas mais recentes foram conquistadas por Nelson Évora (duas de ouro) e Ana Cabecinha (bronze) em 2003; Liliana Cá (prata) em 2005; António Vital Silva (prata) e Marcos Caldeira (bronze) em 2007; e Irina Rodrigues (bronze) em 2009. Quem se lhes seguirá?

A PRESENÇA PORTUGUESA (dias e horas)

Masculinos: Dia/hora Dia/hora Dia/hora
100 m Rui Corvelo 18 – 11.28h 18 – 16.38h 19 – 19.19h
800 m Nuno Pereira 19 – 9.35h 21 – 17.00 h
Etson Barros
1500 m Nuno Pereira 18 – 15.50h 20 – 17.15h
Martim Monteiro
Miguel Moreira
3000 m Rogério Amaral 18 – 17.50h 20 – 15.35h
5000 m Duarte Gomes 21 – 15.20h
3000 ob. Etson Barros 19 – 10.05h 21 – 14.54h
Diogo Rosário
400 bar. Paulo Soares 19 – 12.13h 20 – 16.15h 21 – 11.20h
Altura Gerson Baldé 19 – 11.30h 21 – 15.12h
Gonçalo Veloso
Vara João Pedro Buaró 18 – 9.00h 20 – 16.50h
Triplo Júlio Almeida 20 – 15.05h 21 – 15.37h
Dardo Leandro Ramos 20 – 12.00h 21 – 11.14h
Decatlo Edgar Campré 19 – 9.00h-in. 20 – 18.45h – f
10 km M Rúben Santos 21 – 10.05h
Femininos:
200 m Catarina Lourenço 19 – 16.52h 20 – 9.40h 20 – 17.25h
400 m Fatoumata Diallo 18 – 12.20h 19 – 16.00h 20 – 17.46h
Juliana Guerreiro
1500 m Mariana Machado 18 – 17.00h 21 – 17.35h
3000 m Mariana Machado 19 – 17.58h 21 – 11.30h
Marta Lourenço
5000 m Marta Lourenço 21 – 16.25h
3000 ob. Bárbara Neiva 20 – 16.33h
Mara Resende
100 bar. Sara Moreira 19 – 10.48h 20 – 18.16h
400 bar. Juliana Guerreiro 19 – 12.48h 20 – 15.50h 21 – 11.05h
Disco Ivanilda Lopes 18 – 11.45h 19 – 16.50h
Martelo Mariana Pestana 19 – 11.25h 20 – 17.44h
10 km M Joana Pontes 21 – 9.00h
4×100 m Seleção Nacional 21 – 11.52h 21 – 15.47h

1 Comentário

Deixar Resposta