Presidente da IAAF, Sebastian Coe é ilibado de acusação sobre corrupção e doping

0
986

Sebastian Co, presidente da IAAF, foi ilibado das acusações que o apontavam como conivente com casos de corrupção e doping na modalidade. Em 2014, quando começaram as denúncias sobre o atletismo russo, Coe foi questionado pelas autoridades e garantiu “não estar ciente de nenhuma história”. Mais tarde, foram encontradas declarações do próprio dirigente dizendo “estar ciente das alegações”.

Perante tal, o Conselho de Ética da IAAF abriu um processo de investigação contra o seu próprio presidente em Setembro de 2018. Agora, a entidade chegou ao consenso de que Coe não agiu intencionalmente e que não há clareza nas acusações contra ele.

– “Não se encontrou nenhuma evidência de que existe uma possibilidade realista de que qualquer caso disciplinar possa ser estabelecido porque Sebastian Coe tenha intencionalmente enganado a comissão parlamentar” – concluiu o relatório.

Presidente do Conselho de Ética, Michael Beloff garantiu que haviam sérias razões para investigar uma possível violação do código. Ainda em 2014, quando era vice-presidente da IAAF, Coe teria sido alertado sobre o doping do ex-recordista mundial dos 10.000 David Bedford por email. Em sua defesa, ele disse que não abriu os documentos e apenas os encaminhou para o Conselho, sem ter noção do conteúdo da mensagem.

– “A investigação não identificou evidências de uma possível violação do Código de Ética por Lord Coe” – disse o Comité de Ética.

Deixar Resposta