Qual o melhor horário do dia para treinar?

0
2136

O horário influencia muito pouco o resultado do seu treino. Embora todos os anos apareçam estudos afirmando que queimará mais ou menos gordura em determinado horário, ou que irá estimular um pouco mais esse ou aquele hormónio, o facto é que ninguém muda o seu horário de treino por causa disso.

Apesar da afirmação desses estudos, o que importa é o melhor horário para treinar de acordo com a sua rotina.

Não adianta nada querer mudar o seu horário de treino para tentar queimar um pouco de gordura, se esse novo horário causar um caos tão grande na sua rotina que acaba por perder algumas sessões de treino.

De um modo geral, algumas pessoas gostam de recomendar aos atletas para eles treinarem, logo pela manhã, pois dessa forma, o treino fica feito e assim, mesmo que surja algum novo compromisso ao longo do dia, o seu treino já está feito.

Em todo o caso, nem todos se sentem bem pela manhã. Algumas pessoas gostam muito de treinar à hora do almoço, outras já acham melhor treinar ao final do dia após o trabalho.

Certo ou errado, o melhor é o que funciona para cada um, causando menos stress na sua rotina e permitindo que perca o menor número de treinos.

Seja qual for a sua escolha, é importante ter em atenção a nutrição adequada para que consiga tirar o melhor proveito dos seus treinos.

Treinar pela manhã

Quem optar treinar logo pela manhã, não se pode esquecer que após uma boa noite de sono, as suas reservas de glicogénio nos músculos estão cheias, mas as suas reservas de glicogénio do fígado estão baixas. Se começar a treinar em jejum, sentir-se-á com fome e fraco em pouco tempo.

O ideal é que faça uma pequena refeição antes do treino e após o mesmo, faça uma refeição mais substancial. Muitos atletas não têm problemas em comer antes do treino. Mas para a maioria, comer muito antes de um treino pode significar passar mal. Normalmente, os ciclistas experimentam menos desconforto gastrointestinal do que os corredores e os nadadores.

Se prefere treinar de manhã mas não consegue comer muito, a sugestão é ingerir um sumo, uma bebida desportiva, um gel ou uma peça de fruta. E logo após o treino, tome o seu pequeno-almoço normal. Essa pequena refeição garante energia para treinar com certa qualidade, e a refeição após-treino, ajuda-o a repor os nutrientes perdidos e a recuperação muscular.

E para quem treina depois do trabalho?

Para muitos, pode ser difícil sair para treinar após um dia inteiro de trabalho. Mas ainda assim, existem aqueles que preferem ou só podem treinar ao final do dia.

Apesar de o jejum nesse caso não ser tão grande pois terá almoçado, ainda assim é necessário fazer-se um pequeno lanche antes do treino. O ideal é que esse lanche dê-se 40/90 minutos antes do treino.

Nesse caso, uma barra energética, uma pequena sandes ou um iogurte, pode ser suficiente. Mas não pode descuidar-se da hidratação ao longo do dia, pois muitos esquecem-se de beber água durante o trabalho. Para isso, tenha sempre ao seu lado uma garrafa de água e beba de maneira regular ao longo do dia.

Como fazem os atletas?

Os atletas profissionais treinam duas vezes ao dia e há quem o faça já por três vezes. Acaba por ser uma forma de reduzir o risco de diminuição da performance em horários diversos.

Mas um estudo recente da Universidade de Birmingham sugere que os horários de melhor performance de diferentes atletas, variam bastante ao longo do dia.

A hora de dormir tem aparentemente um papel importante nisso. O estudo mostra que, dependendo do horário em que os atletas vão para a cama, o auge da sua performance muda drasticamente.

O denominador comum de todos os estudos parece ser que o exercício, independentemente do horário em que é praticado, é muito melhor do que o sedentarismo.

De manhã, à tarde ou à noite
MANHÃ
PRÓS CONTRA
. A maioria das provas é realizada de manhã, quem corre nesse período já tem uma vantagem; . O corpo não está hidratado e nutrido o suficiente;
. Por acelerar o organismo logo de manhã, a disposição para enfrentar as tarefas diárias é maior; . Se a pessoa não tiver uma boa noite de sono ou se tiver adormecido tarde, o ritmo de treino tem que ser leve.
. A temperatura ambiente é amena e agradável;
. O corpo e a mente estão mais relaxados.
<Em dias quentes, evite treinar depois das 10 h, pois o sol já está demasiado forte.
<Aqueça bem antes da corrida, o corpo ainda está frio se correr muito cedo.
<Coma alimentos de fácil digestão, não deve correr de estômago vazio.
TARDE 
PRÓS CONTRA
. A temperatura corporal é mais alta, o que melhora o rendimento dos músculos; . Temperaturas altas e sol forte;
. Geralmente, tira a sonolência que a pessoa sente após o almoço; . A humidade do ar é baixa;
. Elimina as tensões da manhã; . Ruas com uma maior quantidade de carros e pessoas;
. Pessoas que treinam no final da tarde têm mais força para realizar os exercícios. . Nunca deve correr após o almoço pois pode ocasionar uma congestão;
. Dificuldade em ter grupos de corrida, já que a maioria corre de manhã ou à noite.
<Prefira locais arborizados e com sombra; use o protetor solar.
<Alimente-se bem e tente correr, pelo menos, uma hora após a refeição.
NOITE
PRÓS CONTRA
. A temperatura é a mais agradável e amena; . A iluminação é escassa;
. Se a pessoa for agitada, a corrida pode oferecer uma boa noite de sono; . O ar tem uma grande quantidade de gás carbónico;
. Como a corrida será a última tarefa do dia, não tem a ansiedade para concluí-la; . Dependendo do cansaço, o rendimento pode ser menor;
. Descarrega o stress do dia. . Pessoas que sofrem de insónia, podem ter o sono agitado devido à libertação de endorfina.
<Para os que não conseguem acordar cedo, esse é o melhor horário.
< Corra três horas antes de ir para a cama. O exercício liberta endorfina, hormónio da euforia.
< Treine em lugares iluminados, a falta de luz nesse horário pode ser perigoso.

Deixar Resposta