Quénia celebra recorde mundial da maratona

0
1584

Desportistas, políticos e imprensa, rendem-se à façanha de Kipchoge na maratona de Berlim

O Quénia rendeu-se em elogios ao seu atleta Eliud Kipchoge pelo seu recorde mundial na maratona de Berlim em 2h01m39s. O Daily Nation, principal jornal do país, titulou: “O maior corredor da maratona de todos os tempos”, juntamente com uma grande foto que mostra um sorridente Kipchoge de punho direito ao alto, em sinal de vitória ao entrar na meta.

“Kipchoge reina no mundo”, foi o título de outro diário, The Star, que fez eco da alegria observada no país pela proeza.  Milhões de quenianos juntaram-se em bares e lugares públicos de todo o país para seguir em direto a maratona.

O presidente do país, Uhuru Kenyatta, felicitou na sua conta pessoal do Twitter, o atleta e os outros dois compatriotas Amos Kipruto (segundo) e Wilson Kipsang (terceiro).

“São os nossos heróis, o Quénia está orgulhoso de vocês”, sublinhou Kenyatta.

Também o principal líder da oposição, Raila Odinga, também elogiou Kipchoge. “Deixaste-nos muito orgulhosos ao bater o recorde mundial masculino na maratona de Berlim”, afirmou Odinga, que espera que o corredor continue a ser uma inspiração para a juventude com as suas façanhas no atletismo.

O presidente Kenyatta não se esqueceu da vencedora feminina, Gladys Cherono, ao destacar a sua brilhante atuação.

Deixar Resposta