Quénia vai apresentar candidatura ao Mundial de Atletismo em 2023

0
1902

O Quénia será candidato à organização do Mundial de 2023 com o objetivo de ser o primeiro país africano a receber o evento, anunciou em Nairobi o ministro queniano dos Desportos, Hassan Wario.

“Temos demonstrado que somos capazes de acolher eventos mais pequenos. Chegou a hora de acolhermos grandes competições”, afirmou o ministro numa receção organizada para receber os atletas do país que obtiveram medalhas em Londres.

Wario referia-se especialmente ao Mundial sub18 que Nairobi organizou em Julho com atletas de mais de 130 países.

“O Quénia foi o primeiro país africano a ganhar o Mundial de Pequim em 2015 (foi primeiro no medalheiro final). Isso só faz confirmar que devemos ser o primeiro país a trazer o Mundial para África”. Wario anunciou ainda um plano de construção de três grandes estádios, em Nairobi, Mombasa e Eldoret, assim como outros sete mais pequenos noutras localidades do país.

Recentemente, o presidente da Confederação Africana de Atletas, Kalkaba Malboum, havia pedido aos países do seu continente para procurarem organizar o Mundial em 2025, afirmando que seis deles, entre os quais está o Quénia, são capazes de fazê-lo.

O Mundial de Atletismo de 2019 disputar-se-á em Doha (Katar) e o de 2021 será em Eugene (EUA).

 

Deixar Resposta